Conectivos: valores lógico-semânticos

Conectivos: valores lógico-semânticos

No final da postagem tem uma videoaula.

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Bons estudos!

Conectivos: valores lógico-semânticos:

Coloquei dois artigos. O primeiro é bem resumido e explica bem a matéria e o segundo aprofunda mais o assunto. Sugiro que leia os dois para ficar bem preparado no tema.

1º Artigo: Retirado do site do Professor Fabiano Sales

VALOR SEMÂNTICO DOS CONECTIVOS

Preposição é uma classe de palavras com o objetivo de ligar palavras e orações. Nessas ligações, as preposições podem, ou não, acrescentar valor semântico ao período.

Preposições que são apenas uma exigência do termo antecedente, isto é, que não acrescentam qualquer valor semântico, são chamadas de relacionais. As preposições relacionais introduzem o objeto indireto ou o complemento nominal.

Exemplos:

Necessito de chocolate. (de chocolate = objeto indireto)

Ele é essencial para o grupo. (para o grupo = complemento nominal)

Nos exemplos acima, note que as preposições ocorrem tão-somente em função da exigência feita pelo verbo “necessitar” e pelo adjetivo “essencial”, respectivamente.

Porém, há casos em que as preposições acrescentam valor semântico, relações de significado, sendo denominadas preposições nocionais. As preposições nocionais introduzem o adjunto adnominal e o adjunto adverbial.

Exemplos:

Morre-se muito na violência de São Paulo. (de São Paulo = adjunto adnominal)

O arcebispo viajou para o Vaticano. (para o Vaticano = adjunto adverbial)

Nos exemplos acima, as preposições acrescentam “de” e “para” aos respectivos períodos os valores de posse e de destino.

Por ser um assunto de extrema relevância em provas, demonstraremos as preposições nocionais mais recorrentes.

  • A

A persistirem os sintomas, o médico deve ser consultado. (condição)

O filho puxou ao pai. (conformidadesemelhança)

Nas férias passadas, viajamos a Roma. (destino)

Candidatos, façam a prova a caneta. (instrumento)

  • COM

Os moradores perderam tudo o que tinham com as enchentes. (causa)

Amanhã sairei com amigos. (companhia)

No próximo domingo, o Flamengo jogará com o Botafogo. (oposição)

A idosa bateu no ladrão com a bengala. (instrumento)

A moça estava atrasada; caminhava com pressa. (modo)

Com certeza, iremos ao teatro no feriado. (afirmação)

No sistema capitalista, as pessoas somente sobrevivem com recursos. (condição)

  • DE

Saí de casa. (origem)

Falaram de você. (assunto)

Veio de táxi. (meio)

A menina chorou de raiva. (causa)

Os siris andam de lado. (modo)

Voltemos de noite. (tempo)

Comprei um relógio de ouro. (matéria)

Aquele livro é de Marcelo. (posse)

Ontem, bebemos dois copos de vinho. (conteúdo)

Estou sob a mesa. (lugar)

O bicheiro caminhava de anel no dedo. (companhia)

  • EM

Hoje à noite, estarei em casa. (lugar)

Continua na parte 2

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *