Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada

Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada

Postagem atualizada no dia 06/06/2017

No final da postagem tem uma videoaula que vale a pena conferir

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Bons estudos!

Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada.

A Administração Pública, enquanto vertente específica da ciência da Administração,preocupa-se com muitas questões comuns a esse campo do conhecimento. De fato,também o Estado se manifesta, em suas ações, através da criação e funcionamento das organizações públicas. Estas se assemelham às organizações privadas na medida em que necessitam também da aplicação dos processos administrativos já vistos, ou seja, Planejamento, Organização, Direção e Controle.

Também nas organizações públicas encontraremos questões relativas a campos tradicionais de estudo da Administração, tais como Recursos Humanos, Finanças,Administração de Materiais, Contabilidade, Orçamento, Prestação de Serviços,Atendimento ao Público, Tecnologia de Informação, etc.

Como se verá mais adiante, existe atualmente uma tendência muito forte nasorganizações públicas no sentido das mesmas incorporarem cada vez mais no seugerenciamento diário algumas técnicas há muito empregadas nas organizações privadas, uma vez que os desafios e problemas organizacionais são, sob muitos aspectos, semelhantes.

No entanto, cabe destacar algumas características que tornam a administração pública diferente da administração privada, o que, por consequência, faz com que as formas de gestão apresentem certas especificidades que as diferenciam. O quadro a seguir apresenta alguns desses aspectos:

Forma de obtenção de recursos para o funcionamento da Organização:

Administração Pública: Receitas derivadas de Tributos(impostos, taxas e contribuições);caráter compulsório, sem uma necessária contrapartida em termos de prestação direta de serviços.

Administração Privada: Receitas advindas de pagamentosfeitos por livre e espontânea vontadepor parte dos clientes (consumidoresdos produtos e serviços).

Destinatário das ações empreendidas pela organização(interesses atendidos):

Administração Pública: O cidadão: membro da sociedade quepossui direitos e deveres. Interessescoletivos, sociais, difusos.

Administração Privada: O cliente: indivíduo que manifesta suas escolhas no mercado. Interesses particulares, privados, individualizados.

Mecanismo de controle do desempenho dos dirigentes:

Administração Pública: Controle político, por meio de eleições periódicas dos governantes.

Administração Privada: Controle pelo Mercado, através da concorrência com outras organizações.

Subordinação ao ordenamento jurídico existente:

Administração Pública: Tudo o que não está juridicamente determinado está juridicamente proibido; Princípio da Legalidade; preponderância de normas de direito público (direito constitucional eadministrativo).

Adminstração Privada: Tudo o que não está juridicamenteproibido está juridicamente facultado; preponderância de normas de direito privado (contratual; direito civil e direitocomercial).

Garantia da sobrevivência das organizações:

Administração Pública: Tempo de existência indeterminado: o Estado não vai à falência.

Administração Privada: Sobrevivência depende da eficiência organizacional; competitividade acirrada no mercado.

Características do Processo de Tomada de decisão:

Administração Pública: Decisões mais lentas, influenciadas por variáveis de ordem política. Políticas Públicas de acordo com os programas de Governo.

Administração Privada: Decisões mais rápidas, buscando a racionalidade. Políticas Empresariais voltadas para objetivos de mercado.

Modo de criação, alteração ou extinção da pessoa jurídica:

Administração Pública: Através de Lei

Administração Privada: Através de instrumento contratual ou societário.

Importa ainda destacar que as organizações públicas se situam no âmbito do Estado e este, por sua vez, é o único ente, na sociedade, que possui os atributos do poder extroverso e da soberania.

O poder extroverso caracteriza-se pela capacidade de gerar unilateralmente obrigações para os demais entes sociais, portanto exorbitando suas próprias fronteiras. Somente o Estado tem o poder de criar normas jurídicas, legais e administrativas que vinculam a ação e o comportamento dos demais membros da sociedade.

Além disso, o Estado possui soberania, que é a capacidade de se autodeterminar,logicamente dentro dos limites impostos pelo próprio ordenamento constitucional do Estado de Direito. No plano internacional, a soberania revela-se no fato de que o Estado não se submete ao ordenamento jurídico de outros Estados estrangeiros.

Esta matéria foi retirada de uma apostila do site curso para concurso .ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA  PROF CARLOS RAMOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *