Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados – Parte 2

Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados – Parte 2

Instale a versão mais atual do seu navegador e mantenha-o atualizado

navegadoresUsar a versão mais recente do seu navegador e mantê-lo atualizado são dois dos melhores jeitos de evitar problemas online. Na maioria dos casos, a versão mais recente de um navegador contém correções de segurança e novos recursos que podem ajudar a proteger o seu computador e a sua privacidade, quando você está online.

Além disso, muitos navegadores oferecem atualizações de segurança periodicamente. Então, sempre instale atualizações para seu navegador assim que estiverem disponíveis.

Ative os recursos de segurança do seu navegador

Muitos navegadores têm recursos de segurança que ajudam você a navegar com segurança pela web. Então, é uma boa ideia ver que recursos de segurança o seu navegador oferece e verificar se eles estão habilitados.

Dicas para usar email e a Web com segurança

  • Tenha cuidado ao abrir anexos de email. Anexos de email (arquivos que vêm com mensagens de email) são a principal fonte de infecção por vírus. Nunca abra um anexo de alguém que você não conhece. Se você conhecer o remetente mas não estiver esperando um anexo, verifique se ele realmente o enviou antes de abri-lo.
  • Guarde suas informações pessoais com muito cuidado. Se um site pedir o número do seu cartão de crédito, informações bancárias ou outras informações pessoais, verifique se o sistema de transação é seguro e se você pode confiar nesse site.
  • Cuidado ao clicar em hiperlinks em mensagens de email. Hiperlinks (links que, quando clicados, abrem sites da web) são frequentemente usados em golpes de phishing e spyware, mas também transmitem vírus. Clique somente em links de mensagens de email que você tenha certeza serem legítimas.
  • Instale somente complementos de sites nos quais você confie. Complementos do navegador da Web permitem que páginas da Web exibam itens como barras de ferramentas, vídeos, animações e cotações de ações. Entretanto, os complementos também podem instalar spywares ou outros softwares mal-intencionados. Se um site pedir que você instale um complemento, verifique se ele é confiável antes de fazê-lo.

A matéria abaixo foi retirada revista abw artigo: Informática: Noções de vírus, worms e pragas virtuais

Quer aprofundar mais no assunto, então conheça mais detalhadamente as pragas virtuais:

Conjunto de programas que podem causar efeitos não-desejados (como corrupção de dados, inoperabilidade de sistema, etc) em um sistema computacional.

Ainda que, em alguns casos, estes efeitos  possam ser provocados por programas mal escritos, na maioria dos casos as pragas virtuais possuem uma origem intencional. Neste caso chamamos de malware (malicious e software) a um software que busca causar um efeito ilícito  sobre um sistema.

Os motivos pelos quais pragas virtuais podem ser criadas e propagadas são diversos: podem englobar desde pessoas que estão interessadas em praticar os seus conhecimentos de programação, passando por criminosos que desejam obter dados ou corromper sistemas para fins ilícitos ou mesmo pessoas que querem prejudicar alguma pessoa ou uma organização. Com o surgimento da Web, é relativamente fácil a um usuário comum, sem conhecimentos de programação, utilizar uma praga virtual de forma intencional ou mesmo ser um vetor de contaminação não-intencional.

Como minimizar os efeitos de uma praga virtual

Em geral, as recomendações essenciais para evitar as pragas virtuais incluem:

a utilização de um bom antivírus;

utilização de um bom anti-spam;

utilização de de um bom anti-spyware;

utilização de softwares originais;

atualização constante do sistema operacional e softwares instalados;

evitar baixar ou executar programas, anexos de e-mails, etc de desconhecidos;

evitar clicar em links desconhecidos;

utilizar um sistema de busca inteligente (como o Google) antes de acessar uma determinada página;

sempre fazer backup dos seus arquivos;

manter as configurações de segurança do seu computador no maior nível possível.

Vírus de computador

Malware cuja objetivo é executar a função para a qual foi criado (p.ex. apagar um determinado tipo de arquivo) e também fazer cópias de si mesmo.

Os vírus de computador podem anexar-se a quase  todos os tipos de arquivo e espalhar-se com arquivos copiados e enviados de usuário para usuário. Em geral, para  ocorrer este espalhamento, é necessário colaboração por parte do usuário que será infectado: a maior parte das  contaminações ocorre pela execução de arquivos infectados (anexos de e-mails; links enviados por  redes  sociais ou mensagens instantâneas; execução de arquivos contaminados em disquetes, CDs, cartões de memória e pendrives; ou pela entrada em sites maliciosos – onde arquivos são baixados sem a percepção do usuário).

A recomendação para evitar e eliminar a praga é a utilização de um bom antivírus atualizado. Recomenda-se que seja efetuada uma varredura diária no computador para detecção de pragas e uma varredura em todos os dispositivos que forem utilizados no computador (como pendrive e afins).

Cavalo de Tróia (Trojan)

cavaloTipo de malware, que normalmente não se replica (i.e. não faz cópias de si mesmo), e que infecta um equipamento computacional com a intenção de permitir o acesso remoto de forma camuflada por parte de um invasor.

A infecção ocorre, em geral, pela camuflagem do trojan que se passa por outro programa ou arquivo, enganando ao usuário que  instala o malware acreditando ser um programa qualquer.

Em geral, o trojan não efetuará estragos no sistema, porém oferece a um invasor uma porta de acesso ao computador sempre que necessário. Esta porta pode servir tanto para acessar dados do computador como para controlá-lo para uso em ataques virtuais.

A recomendação é a não-instalação de nenhum programa ou arquivo de fonte desconhecida e a verificação de qualquer arquivo/aplicação a ser instalada por um anti-vírus.

VOLTAR PARA PARTE 1                              CONTINUAR PARA PARTE 3

Para complementar seus estudos recomendo os links abaixo:

Conceitos básicos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações: ambiente Microsoft Office 2013 e LibreOffice versão 4.1 ou superiores.

Sistemas operacionais: Windows XP/ windows 7, software e hardware.

Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet, Intranet e redes de computadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *