Conjunções coordenativas e subordinativas

Conjunções coordenativas e subordinativas

Mapa da postagem


Esta postagem foi desenvolvida da seguinte forma: Coloquei primeiro a parte teórica, depois 4 videoaulas para o reforço da matéria e no final alguns exercícios para você poder praticar.

Lembro que tenho duas postagens que você pode se interessar. Uma com matérias de português completo e a outra com o conteúdo do concurso do TRE-SP 2016.

Gostaria de lembrar também que tenho um livro de aventura que publiquei a versão final em e-book no Amazon, A fortaleza do Centro, dá uma olhadinha nele é muito legal.

Bons estudos!


As conjunções, são palavras que relacionam entre si elementos de mesma natureza (substantivo + substantivo, adjetivo + adjetivo, oração + oração etc.) ou duas orações de natureza distintas na qual a que inicia pela preposição completa a outra.

As conjunções são classificadas em coordenativas subordinativas.

Coordenativas

Coordenativas, aquelas que ligam duas orações independentes (coordenadas), ou dois termos que exercem a mesma função sintática dentro da oração. Apresentam cinco tipos:

  • aditivas(adição):e, nem, mas também, como também, bem como, mas ainda;
  • adversativas(adversidade, oposição):mas, porém, todavia, contudo, antes (= pelo contrário), não obstante, apesar disso;
  • alternativas(alternância, exclusão, escolha):ou, ou … ou, ora … ora, quer … quer;
  • conclusivas(conclusão):logo, portanto, pois (depois do verbo), por conseguinte, por isso;
  • explicativas(justificação):– pois (antes do verbo), porque, que, porquanto.

Subordinativas

Subordinativas – ligam duas orações dependentes, subordinando uma à outra. Apresentam dez tipos:

  • causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como, desde que;

Palavra que liga orações basicamente, estabelecendo entre elas alguma relação (subordinação ou coordenação). As conjunções classificam-se em:

  • comparativas: como, (tal) qual, assim como, (tanto) quanto, (mais ou menos +) que;
  • condicionais: se, caso, contanto que, desde que, salvo se, sem que (= se não), a menos que;
  • consecutivas(consequência, resultado, efeito):que (precedido de tal, tanto, tão etc. – indicadores de intensidade), de modo que, de maneira que, de sorte que, de maneira que, sem que;
  • conformativas(conformidade, adequação):conforme, segundo, consoante, como;
  • concessiva: embora, conquanto, posto que, por muito que, se bem que, ainda que, mesmo que;
  • temporais: quando, enquanto, logo que, desde que, assim que, mal (= logo que), até que;
  • finais– a fim de que, para que, que;
  • proporcionais: à medida que, à proporção que, ao passo que, quanto mais (+ tanto menos);
  • integrantes– que, se.

As conjunções integrantes introduzem as orações subordinadas substantivas, enquanto as demais iniciam orações subordinadas adverbiais. Muitas vezes a função de interligar orações é desempenhada por locuções conjuntivas, advérbios ou pronomes.

 

 

 

 

 

1. Classifique as conjunções destacadas nas frases abaixo:

a) Hoje estou com um humor péssimo, porque briguei com mamãe.

b) Quando acordei, minha bolsa havia sumido.

c) Conforme eu já sabia, tirei nota baixa.

d) Ainda que eu sofra, não voltarei.

e) Caso você saia, feche a porta.

f) Estudei o assunto, mas não entendi nada.

g) Li reli o livro.

h) Ou você me engana ou não está maduro.

i) Não só se atrasou, mas também esqueceu  o trabalho de português.

j) À proporção que estuda, mais aprende.

2. Em: “… ouviam-se amplos bocejos, fortes como o marulhar das ondas…” a partícula como expressa uma ideia de:

a) causa
b) explicação
c) conclusão
d) proporção
e) comparação
3.  “Entrando na faculdade, procurarei emprego”, oração sublinhada pode indicar uma idéia de:

a) concessão
b) oposição
c) condição
d) lugar
e) consequência

4. Assinale a sequência de conjunções que estabelecem, entre as orações de cada item, uma correta relação de sentido.

1. Correu demais, … caiu.
2. Dormiu mal, … os sonhos não o deixaram em paz.
3. A matéria perece, … a alma é imortal.
4. Leu o livro, … é capaz de descrever as personagens com detalhes.
5. Guarde seus pertences, … podem servir mais tarde.

a) porque, todavia, portanto, logo, entretanto
b) por isso, porque, mas, portanto, que
c) logo, porém, pois, porque, mas
d) porém, pois, logo, todavia, porque
e) entretanto, que, porque, pois, portanto

5.  Reúna as três orações em um período composto por coordenação, usando conjunções adequadas.

Os dias já eram quentes.
A água do mar ainda estava fria.
As praias permaneciam desertas.

Gabarito:Respostas:
1. a.  Conjunção subordinativa causal.
b. Conjunção subordinativa temporal.
c. Conjunção subordinativa conformativa.
d.  Conjunção subordinativa concessiva.
e. Conjunção subordinativa condicional.
f.  Conjunção coordenativa adversativa.
g. Conjunção coordenativa aditiva.
h.  Conjunção coordenativa alternativa.
i. Conjunção coordenativa aditiva.
j. Conjunção subordinativa proporcional.2. E
3. C
4. B

5. Os dias já eram quentes, mas a água do mar ainda estava fria, por isso as praias permaneciam desertas.
Fonte: Exercícios: Helena conectada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *