Menu fechado

Gestão de Pessoas: conceitos, avaliação de desempenho, trabalho em equipe, motivação, liderança e gerenciamento de conflitos

APOSTILA PARA GUARDA MUNICIPAL PREF. BELO HORIZONTE 2019

APOSTILA PARA PREFEITURA RIO DE JANEIRO 2019

APOSTILAS PARA DETRAN-SP 2019

Gestão de Pessoas: conceitos, avaliação de desempenho, trabalho em equipe, motivação, liderança e gerenciamento de conflitos.

Gestão de Pessoas: conceitos

Conceitos de RH ou de Gestão de Pessoas

Administração de Recursos Humanos (ARH) é o conjunto de políticas e práticas necessárias para conduzir os aspectos da posição gerencial relacionados com as “pessoas” ou recursos humanos, incluindo recrutamento, seleção, treinamento, re­compensas e avaliação de desempenho.

ARH é a função administrativa devotada à aquisição, treinamento, avaliação e remuneração dos empregados. Todos os gerentes são, em um certo sentido, gerentes de pessoas, porque todos estão envolvidos em atividades como recrutamento, entrevistas, seleção e treinamento.

ARH é o conjunto de decisões integradas sobre as relações de emprego que influenciam a eficácia dos funcionários e das organizações.

ARH é a função na organização que está relacionada com provisão, treinamento, desenvolvimento, motivação e manutenção dos empregados.

O que é a Gestão de Pessoas?

Em seu trabalho, cada administrador — seja ele, um diretor, gerente, chefe ou supervisor — desempenha as quatro funções administrativas que constituem o processo administrativo: planejar, organizar, dirigir e controlar. A ARH está relacionada a todas essas funções do administrador. A ARH refere-se às políticas e práticas necessárias para se administrar o trabalho das pessoas, a saber:

Análise e descrição de cargos.

Desenho de cargos.

Recrutamento e seleção de pessoal.

Admissão de candidatos selecionados.

Orientação e integração de novos funcionários.

Administração de cargos e salários.

Incentivos salariais e benefícios sociais.

Avaliação do desempenho dos funcionários.

Comunicação aos funcionários.

Treinamento e desenvolvimento de pessoal.

Desenvolvimento organizacional.

Higiene, segurança e qualidade de vida no trabalho.

Relações com empregados e relações sindicais.

Avaliação de Desempenho: objetivos, métodos, vantagens e desvantagens

Trabalho em equipe

Motivação, comunicação e liderança

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS PREFEITURA SALVADOR 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS CELESC 2019

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS 2019

GERENCIANDO CONFLITOS

O conflito acontece quando existem interesses distintos, o que não deve ser encarado como algo ruim, e sim como uma oportunidade.

A ausência do conflito indica certa acomodação, estagnação, contudo, o conflito pode tronar-se negativo, isso quando considerado não funcional.

Portanto, deve-se analisar a questão por diferentes ângulos, diferenciar conflitos intrapessoais de interpessoais, saber sobre sua origem e buscar as formas mais eficazes de resolvê-lo.

Segundo Schmidt, Tannenbaum (1972), para fazer o diagnóstico precisam ser consideradas e examinadas três variáveis:

  • Natureza das diferenças – relacionada aos fatos que cada pessoa considera definições do problema.
  • Fatores subjacentes – abrangem as informações, as percepções, o papel social.
  • Estágios de evolução – passam por cinco etapas:

– Antecipação: mal-estar, primeiros sintomas.

– Conscientização: sensação de dificuldade, sem sua expressão.

– Discussão: pontos de vista declarados.

– Disputa aberta: discussões tendentes ao antagonismo.

– Conflito aberto: posições definidas tendentes à radicalização. Nessa etapa o indivíduo procura aumentar o seu poder de influência, diminuindo o poder de seus oponentes.

Para administrar os conflitos devem ser considerados os seguintes passos:

a) criar uma atmosfera afetiva;

b) esclarecer as percepções;

c) localizar em necessidades individuais e compartilhadas;

d) construir um poder positivo e compartilhado;

e) olhar para o futuro e, em seguida, aprender com o passado;

f) gerar opções de ganhos mútuos;

g) desenvolver passos para a ação ser efetivada;

h) estabelecer acordo de benefícios mútuos (NASCIMENTO e EL SHAYED, 2002, p. 54-55, citados por FERREIRA; GUIMARAES; CORDEIRO, 2009, p. 193-194).

Para que a negociação possa ocorrer, é necessário que ambas as partes saibam comunicar, ouvir, e perguntar.

É importante que o líder desenvolva a habilidade em lidar ou administrar uma situação de conflito.

Fonte: Michelle Castanho Machado Miranda RH portal

Referências

FERREIRA, Oscar Manuel de Castro; GUIMARÃES, André; CORDEIRO, Léia. Gestão de Pessoas. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2009.

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

APOSTILA PARA IFTO 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS CÂMARA PETROLINA 2019

APOSTILA PARA SARGENTO DO EXÉRCITO ESA 2019

APOSTILA PREPARATÓRIA PARA PM-PR

APOSTILA PREPARATÓRIA PARA INSS - TEC. SEGURO SOCIAL

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS PREF. SOROCABA 2019

CONFIRA AQUI AS MELHORES APOSTILAS DO MERCADO!!

5 Comentários

  1. Alice

    Perfeito!
    Vou fazer um concurso e no edital o tema está escrito do mesmo jeito, n muda uma vírgula, parece até q foi copiado desse site sauhsauh.. >.<

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *