Menu fechado

Tag: classe de palavras

Morfologia

MORFOLOGIA

Trata-se do estudo a respeito da estrutura, formação e classificação das palavras isoladas de seu contexto e de suas funções nas orações e nos períodos.

O objetivo da Morfologia é estudar as palavras isoladas e não a partir da sua função na frase ou período, como ocorre com a Sintaxe.

Segundo uma análise morfológica, as palavras são divididas em dez classes gramaticais: substantivo, artigo, adjetivo, pronome, numeral, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição.

Classes de palavras variáveis e invariáveis e seus empregos no texto

Morfologia: classes de palavras variáveis e invariáveis e seus empregos no texto

Morfologia: É a parte da gramática que estuda as palavras observadas isoladamente (classes de palavras). É o estudo da estrutura e formação das palavras, suas flexões e sua classificação.

Existem 10 classes de palavras que são divididas em variáveis e invariáveis.

 

Variáveis:

 

As classes variáveis podem ser flexionadas, ou seja, as palavras dessas classes aceitam sofrer alterações de acordo com plural e singular, masculino e feminino, etc …

Exemplos: Cão – cães e lhe – lhes

São elas:

Verbo – Parte 2

São derivados do pretérito perfeito do indicativo:

  • pretérito mais-que-perfeito do indicativo: TEMA do perfeito + RA + DNP;
  • pretérito imperfeito do subjuntivo: TEMA do perfeito + SSE + DNP;
  • futuro do subjuntivo: TEMA do perfeito + R + DNP.
  • São derivados do infinitivo impessoal:
  • futuro do presente do indicativo:TEMA do infinitivo + RA + DNP;
  • futuro do pretérito:TEMA do infinitivo + RIA + DNP;
  • infinitivo pessoal:infinitivo impessoal + DNP (-ES – 2ª pessoa, -MOS, -DES, -EM)
  • gerúndio:TEMA do infinitivo + -NDO;
  • particípio regular:infinitivo impessoal sem vogal temática (VT) e R + ADO (1ª conjugação) ou IDO (2ª e 3ª conjugação).

Verbo

Classe de palavras: Verbo

No final da postagem tem várias videoaulas muito interessantes e vale a pena assistir, pois verbo é um assuntos que temos muita dificuldades e estas videoaulas ajudadão muito.

Esta matéria também é pedida da seguinte maneira: Emprego dos verbos regulares, irregulares e anômalos ( Ex. Concurso IBGE 2017)

Verbo:

É a palavra variável que exprime um acontecimento representado no tempo, seja ação, estado ou fenômeno da natureza.

Os verbos apresentam três conjugações. Em função da vogal temática, podem-se criar três paradigmas verbais. De acordo com a relação dos verbos com esses paradigmas, obtém-se a seguinte classificação:

  • regulares:seguem o paradigma verbal de sua conjugação;
  • irregulares:não seguem o paradigma verbal da conjugação a que pertencem. As irregularidades podem aparecer no radical ou nas desinências (ouvir – ouço/ouve, estar – estou/estão);

Classe de palavras – Parte 4

2 Adjetivo:

É a palavra variável que restringe a significação do substantivo, indicando qualidades e características deste. Mantém com o substantivo que determina relação de concordância de gênero e número.

  • adjetivos pátrios: indicam a nacionalidade ou a origem geográfica, normalmente são formados pelo acréscimo de um sufixo ao substantivo de que se originam (Alagoas por alagoano). Podem ser simples ou compostos, referindo-se a duas ou mais nacionalidades ou regiões; nestes últimos casos assumem sua forma reduzida e erudita, com exceção do último elemento (franco-ítalo-brasileiro).
  • locuções adjetivas: expressões formadas por preposição e substantivo e com significado equivalente a adjetivos (anel de prata = anel argênteo / andar de cima = andar superior / estar com fome = estar faminto).

Classe de palavras: Advérbio


Depois da parte teórica eu coloquei uma videoaula bem legal.

Após a videoaula tem algumas questões para você praticar seu conhecimento.

Tenho algumas postagem que acho interessante  e que acredito que você irá gostar:

Uma com todo conteúdo de português: português completo

conteúdo do concurso do TRE-SP 2016.

Como estudar para concursos públicos.

Gostaria de lembrar também que tenho um livro de aventura que publiquei a versão final em e-book no Amazon, A fortaleza do Centro, dá uma olhadinha nele é muito legal.

Bons estudos!


Advérbio:

É a palavra que modifica o sentido do verbo (maioria), do adjetivo e do próprio advérbio (intensidade para essas duas classes). Denota em si mesma uma circunstância que determina sua classificação:

  • lugar:longe, junto, acima, ali, lá, atrás, alhures;
  • tempo:breve, cedo, já, agora, outrora, imediatamente, ainda;
  • modo:bem, mal, melhor, pior, devagar, a maioria dos adv. com sufixo -mente;
  • negação:não, qual nada, tampouco, absolutamente;
  • dúvida:quiçá, talvez, provavelmente, porventura, possivelmente;
  • intensidade:muito, pouco, bastante, mais, meio, quão, demais, tão;
  • afirmação:sim, certamente, deveras, com efeito, realmente, efetivamente.

As palavras onde (de lugar), como (de modo), porque (de causa), quanto (classificação variável) e quando (de tempo), usadas em frases interrogativas diretas ou indiretas, são classificadas como advérbios interrogativos (queria saber onde todos dormirão / quando se realizou o co

Pronomes: emprego, forma de tratamento e colocação

Pronomes: emprego, forma de tratamento e colocação

Pronomes:

A palavra que acompanha (determina) ou substitui um nome é denominada pronome.

Ex.: Ana disse para sua irmã:
– Eu preciso do meu livro de matemática. Você não o encontrou? Ele estava aqui em cima da mesa.

1. eu substitui “Ana”
2. meu acompanha “o livro de matemática”
3. o substitui “o livro de matemática”
4. ele substitui “o livro de matemática”

Flexão