Menu fechado

Funções sintáticas

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

Funções Sintáticas

FUNÇÕES SINTÁTICAS AO NÍVEL DA FRASE 

SUJEITO

 

PREDICADO

Função sintática desempenhada pelo grupo verbal. O predicado pode assumir a forma de um:

Verbo Ex. Ele (adoeceu)

Verbo + Complemento (s) Ex. Ele (concluiu os estudos)

Verbo + Predicativo do Sujeito Ex. Ele continua em casa.

Verbo + Modificadores (do GV) (Ontem), O Rui [deu uns brincos à Cátia]

VOCATIVO

É a função sintática que identifica o interlocutor e que ocorre frequentemente em frases imperativas, interrogativas e exclamativas.

Ex. Maria, faz-me um favor!

Já te disse, filho, para estudares.

Vais amanhã ao cinema, Júlio?

NOTA: O vocativo tem uma posição variável na frase, mas aparece sempre isolado pela pontuação, sobretudo pela vírgula. É constituído por um grupo nominal e serve para invocar, designar ou chamar a atenção do interlocutor.

MODIFICADOR DE FRASE

Características:

Modifica toda a frase e não apenas o verbo.

Pode apresentar a forma de grupo adverbial, de grupo preposicional e de uma oração (Oração subordinada adverbial condicional e oração subordinada adverbial concessiva)

Ex. Infelizmente, o Zé reprovou.

NOTA: O modificador de frase não faz parte do predicado e exprime uma atitude, uma apreciação em relação ao que se diz, aparece sempre isolado por pontuação.

FUNÇÕES SINTÁTICAS INTERNAS AO GRUPO VERBAL

COMPLEMENTO DIRETO

É exigido pelo verbo; responde às questões quem? ou O quê?. Pode ser substituído pelo pronome pessoal o, a, os, as (no, na, nos, nas, lo, la, los, las).

Ex. O Pedro ofereceu um CD à Joana.

A Ana encontrou a amiga na rua.

COMPLEMENTO INDIRETO

Função sintática desempenhada por um grupo preposicional, selecionado por um verbo. Responde à questão a quem? e pode ser substituído pelo pronome pessoal lhe, lhes.

Ex. O Pedro ofereceu um CD à Joana.

A Joana telefonou-lhe.

COMPLEMENTO OBLÍQUO

Características:

É selecionado (exigido) pelo verbo. (É, pois, um elemento obrigatório)

Ex. A Ana pensa (nas férias)

* A Ana pensa.

A Rita vai (ao teatro)

* A Rita vai.

Não pode ser substituído pelo pronome pessoal “lhe” / “lhes”(ao contrário do complemento indireto)

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

Ex. * A Ana pensa-lhe.

* A Rita vai-lhe.

* Relembra-te que o símbolo * indica a agramaticalidade da frase.

COMPLEMENTO AGENTE DA PASSIVA

É a função sintática de um grupo preposicional numa frase passiva, introduzido pela preposição por. É constituído pela expressão que tem a função de sujeito na frase ativa.

Ex. Esse livro foi escrito por Sophia de Mello Breyner.

(frase ativa correspondente: Sophia de Mello Breyner escreveu esse livro)

PREDICATIVO DO SUJEITO

Função sintática desempenhada pelo constituinte que ocorre em frases com verbos copulativos, que predica algo acerca do sujeito.

Ex. O João é [professor de Matemática]

Os alunos estão [muito interessados]

A Joana ficou [na escola]

NOTA: Os verbos copulativos mais frequentes são: ser, estar, permanecer, ficar, continuar, tornar-se, revelar-se.

PREDICATIVO DO COMPLEMENTO DIRETO

É o elemento que atribui qualidades ou propriedades ao complemento direto. É obrigatoriamente selecionado por um verbo transitivo predicativo. (achar, chamar, supor, declarar, considerar, eleger).

Ex. O público considerou a banda excelente.

Nesta frase: “considerou” – Verbo transitivo predicativo “a banda” – Complemento Direto “excelente” – Predicativo do Complemento direto.

Elegeram a Ana delegada de turma.

Nesta frase: “Elegeram” – Verto transitivo predicativo “a Ana” – Complemento Direto “delegada de turma” – Predicativo do Complemento direto.

MODIFICADOR DO GRUPO VERBAL

Características: Não é selecionado (exigido) pelo verbo. Pode, pois, ser eliminado da frase sem que isso afete a gramaticalidade da frase.

Ex. A Ana telefonou à professora (ontem)

Faz parte do predicado.

Pode apresentar a forma de um grupo preposicional, grupo adverbial e de uma oração subordinada adverbial temporal, final ou causal.

NOTA: O Modificador do Grupo Verbal pode ter o valor de tempo, modo, lugar, causa ou fim relativamente á ação expressa no grupo verbal.

FUNÇÕES SINTÁTICAS INTERNAS AO GRUPO NOMINAL

MODIFICADOR DO NOME

Modificador restritivo do nome

Restringe a realidade referida pelo nome que modifica. Não pode ser separado por vírgulas do nome a que se refere.

Ex. Ele comeu maçã assada.

Ele comprou uma faca de cozinha.

O meu primo que vive nos açores (oração subordinada adjetiva relativa restritiva) casou.

Aquela casa nova foi assaltada.

Modificador apositivo do nome

Não restringe a realidade referida pelo nome que modifica. É separado obrigatoriamente por vírgulas.

Ex. José Silva, presidente do clube, apresentou a sua demissão.

José Saramago, um autor consagrado, é lido nas escolas.

A neve, que é anormal nesta época, provocou acidentes.

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Dicas importantes:

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba porque recomendo!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba por que recomendo! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *