Menu fechado

Hífen

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

A partir de 1º de janeiro de 2016, tornou-se obrigatório no Brasil o uso do novo acordo ortográfico da língua portuguesa. Apesar de a maioria das palavras permanecerem iguais, algumas alterações na acentuação e na ortografia devem ser levadas em conta.

Veja a seguir as principais mudanças na ortografia:

Com a nova regra ortográfica, o hífen passa a ser usado:

  1. Em vocábulos compostos, locuções ou encadeamentos, nos seguintes casos:

1.1 Usado em palavras compostas por justaposição que constituem uma unidade sintagmática e semântica.

Exemplos: ano-luz; tio-avô; médico-cirurgião; segunda-feira; guarda-chuva; sul-africano.

Atenção! As palavras compostas por justaposição que tenham perdido a noção de composição não são mais grafadas com hífen.

Exemplo: girassol; paraquedas; mandachuva e passatempo.

1.2 Em topônimos compostos, ou seja, em nomes próprios de lugares, que começam com o adjetivo grão/grã, ou que começam com um verbo, ou ainda quando existir artigos entre os elementos.

Atenção! Os demais topônimos não devem ser grafados com hífen, com exceção do nome do país Guiné-Bissau.

Exemplos: Grã-Bretanha; Grã-Pará; Baía de Todos-os-Santos e Trás-os-Montes.

1.3 Em palavras que distinguem espécies botânicas e zoológicas.

Exemplos: Erva-doce; couve-flor, bem-te-vi; mico-leão-dourado.

1.4          Em palavras compostas iniciadas pelo advérbio “bem” ou “mal”, em que a segunda palavra seja iniciada por qualquer vogal ou a letra “h”.

Exemplos: bem-humorado; bem-amado; mal-afortunado; mal-estar.

As palavras compostas que perderam o hífen acabaram virando uma única palavra, como benfeito ou benfeitor.

Atenção! Algumas palavras que se iniciam com o advérbio “bem”, quando se mantém a noção de composição não se aglutina com o segundo elemento, mantendo o hífen, como nos casos: bem-criado; bem-nascido; bem-visto.

1.5          Em palavras compostas iniciadas pelos elementos: além, aquém, recém e sem.

Exemplos: além-mar; recém-casado; sem-vergonha.

1.6          Em qualquer tipo de locução o hífen deixou de ser empregado.

 

Antes Agora
Cão-de-guarda Cão de Guarda
Cor-de-vinho Cor de vinho
Dia-a-dia Dia a dia
Fim-de-semana Fim de semana

 

  1. O hífen ainda deve ser utilizado em vocábulos formados por prefixação, recomposição e sufixação, nas seguintes condições:

Principais prefixos e falsos prefixos utilizados na língua portuguesa:

Aero; agro; anti; auto; arqui; circum; co; contra; des; entre; ex; hidro; hiper; in; inter; mini; pan; pós; pré; pró; pseudo; sub; semi; super; tele; ultra; vice.

 Exemplos: Anti-inflamatório, arqui-inimigo, contra-ataque, mini-instrumento, inter-racial, pan-nacionalismo, pós-graduação, pré-operatório, tele-homenagem, ultra-apressado, super-racional, vice-presidente, semi-intensivo, ex-namorado, circum-hospitalar, co-herdeiro, auto-observação.

2.1 Se o segundo elemento começa com a letra “h”.

Exemplo: anti-higiênico; pré-história; semi-hospitalar; super-homem; extra-humano.

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

Atenção! Em alguns casos, após o prefixo “des” e “in”, o hífen deixa de ser usado se o segundo elemento da palavra perdeu a letra “h”, como nos casos: desumano; inapto e desumidificar.

2.2 Se o prefixo do primeiro elemento terminar com a mesma vogal que inicia o segundo.

Exemplo: arqui-inimigo; micro-ondas; semi-intensivo; auto-observação.

Atenção! Na palavra iniciada com o prefixo “co”, mesmo se o segundo elemento começar com a letra “o”, o hífen não é usado, como nos casos: cooperar: coordenar; coocupação.

 

2.3 Se o prefixo do primeiro elemento for “circum” e “pan” e a primeira letra do segundo elemento for uma vogal ou as letras “h”, “m”, “n”.

Exemplo: circum-hospitalar; circum-navegação; pan-americano; pan-mágico.

2.4 Se o prefixo do primeiro elemento for “hiper”, “inter” e “super” e o segundo elemento iniciar com a letra “r”.

Exemplo: hiper-resistente; super-revista.

2.5 Em todas as palavras cujo prefixo for “ex” (no sentido de estado anterior) e “vice”

Exemplo: ex-aluno; ex-mulher; ex-presidente; vice-governador; vice-reitor.

2.6 Se o prefixo do primeiro elemento for “pós”, “pré” e “pró”.

Exemplo: pós-graduação; pró-reitoria; pré-escola.

Atenção! O hífen deixa de ser empregado caso os prefixos tenham perdido a sua tonicidade, como nos casos: prever; promover; pospor.

  1. O hífen não é usado em todas as palavras em que o prefixo terminar em vogal e o segundo elemento começar com “r” ou “s”. Nesses casos, deve-se duplicar essas consoantes.

Exemplo: antissemita; contrarregra; minissaia; microssitema; extrarregular.

  1. O hífen deixa de ser usado em todos os casos em que o prefixo terminar com vogal e o segundo elemento começar com uma vogal diferente.

Exemplo: antiácido; autoestrada; hidroelétrica.

  1. O hífen é utilizado nas palavras derivadas por sufixação em que o primeiro elemento terminar de forma tônica ou com acento gráfico e o segundo elemento for os sufixos “açu”, “guaçu”, “mirim”.

Exemplo: capim-açu; andá-açu; amoré-guaçu.

6. O hífen ainda deverá ser usado nas formas pronominais, nas seguintes condições:

6.1 Nos casos de ênclise e mesóclise.

Exemplo: adorá-lo; pediu-lhe; contar-te-emos; dar-se-ia.

6.2 Após o advérbio “eis” seguido de formais pronominais.

Exemplo: eis-me; ei-lo.

Fonte: Guia do estudante

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Dicas importantes:

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba porque recomendo!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba por que recomendo! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *