Menu fechado

Categoria: Ética e filosofia

A gestão da ética nas empresas públicas e privadas – Parte 3

Gestão ética nas empresas privadas

O momento em que uma pessoa precisa optar entre atuar com valores éticos na busca de seus objetivos ou buscar resultados econômicos a qualquer custo é aquele em que se conhece seu verdadeiro caráter.

As empresas e seus funcionários devem ter consciência que a ética pode não ser o caminho mais lucrativo, mas é o caminho que trará sustentabilidade e um maior número de contratos à longo prazo, é a visão de futuro.

Considerando que as pessoas agem sob influência das próprias experiências, e que muitas dessas pessoas não tiveram acesso a informações adequadas sobre regras morais e conduta ética, podemos afirmar que a empresa tem o dever de disseminar as questões relativas à éticas, pois negligenciar o ensino do comportamento ético podem estar encorajando o comportamento antiético.

A gestão da ética nas empresas públicas e privadas – Parte 2

Gestão ética nas empresas públicas

Quando falamos em empresas públicas, estamos falando de empresas que utilizam nosso dinheiro de alguma forma em suas atividades. Tudo que vale para as empresas privadas, também vale para as públicas, porém nestas, pelo motivo já citado, a gestão ética é incrementada por alguns princípios que procuram evitar o uso indevido dos valores.

Políticos eleitos são funcionários do povo ( regra da democracia ) em nosso País para defender nossos interesses, dirigentes indicados para as estatais são funcionários do povo, eles devem sim em suas ações preocuparem-se em oferecer o melhor que podem para atender as necessidades da população.

A gestão da ética nas empresas públicas e privadas

A gestão pública só toma ações se estiver previsto em lei e a gestão privada pode tomar todas as ações que achar necessárias para a empresa. As empresas que querem ter um programa de ética tem que ter comprometimento, clareza e transparência e todos devem participar, principalmente a alta direção para que seja um sucesso.

Mas porque as empresas criam um programa de ética:

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO: Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal: Decreto n.o 1.171/94 e Decreto 6.029/ 07

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO: Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal: Decreto n.o 1.171/94 e Decreto 6.029/ 07.

O código de ética em vigor foi elaborado pelo decreto nº 1.171/94 e alguns no  capítulo II onde se fala sobre as comissões de ética houve várias revogações feita pelo decreto 6.029/07 .

Fiz uma postagem com o decreto nº 1.171/94 e nela tem mais algumas videoaulas: CLIQUE AQUI!!

O Código de Ética Profissional do Servidor Público Federal, Decreto nº 1.171/94, é basicamente um guia de conduta profissional, ao contrário que muitos pensam, também pessoais, a que os servidores públicos estão submetidos. Ele prescreve a preservação dos mais nobres princípios éticos e morais, esperáveis no comportamento daqueles que têm, como profissão, o exercício de função pública.

Ele tem inspiração no artigo 37 “caput” da Constituição Federal de 1988. Além da inspiração constitucional, há também a legal, contida nas Leis 8112/90 (Regime Jurídico dos Servidores Pú

Decreto nº 1.171/ 1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal)

Ao final da postagem você encontrará uma videoaula.

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos

DECRETO Nº 1.171, DE 22 DE JUNHO DE 1994

  Aprova o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, e ainda tendo em vista o disposto no art. 37 da Constituição, bem como nos arts. 116 e 117 da Lei n° 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e nos arts. 10, 11 e 12 da Lei n° 8.429, de 2 de junho de 1992,

DECRETA:

Art. 1° Fica aprovado o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, que com este baixa.

Art. 2° Os órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta e indireta implementarão, em sessenta dias, as providências necessárias à plena vigência do Código de Ética, inclusive mediante a Constituição da respectiva Comissão de Ética, integrada por três servidores ou empregados titulares de cargo efetivo ou emprego permanente.

Parágrafo único. A constituição da Comissão de Ética será comunicada à Secretaria da Administração Federal da Presidência da República, com a indicação dos respectivos membros titulares e suplentes.

Art. 3° Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 22 de junho de 1994, 173° da Independência e 106° da República.

ITAMAR FRANCO
Romildo Canhim

Este texto não substitui o publicado no DOU de 23.6.1994.

Ética e moral

Ética e moral

 

Ética

Pode-se considerar a ética como um tipo de postura e o que se refere a um modo de ser, à natureza da ação humana.

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo

Trata-se de uma maneira de lidar com as situações da vida e do modo como estabelecemos relações com outra pessoa. Uma conduta ética pode ser um tipo de comportamento mediado por princípios e valores morais.

Ética e democracia: exercício da cidadania

Ética e democracia: exercício da cidadania

 

ÉTICA E DEMOCRACIA

 

ÉTICA: Uma conduta ética pode ser um tipo de comportamento mediado por princípios e valores morais. Nesse sentido, trata-se de uma reflexão sobre a moral, podendo-se afirmar que a ética é a parte da filosofia que estuda a moral, pois reflete e questiona sobre as regras morais.

Caso preferir, no vídeo abaixo tem esta postagem em áudio e vídeo