Menu fechado

Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados – Parte 2

Instale a versão mais atual do seu navegador e mantenha-o atualizado

Usar a versão mais recente do seu navegador e mantê-lo atualizado são dois dos melhores jeitos de evitar problemas online. Na maioria dos casos, a versão mais recente de um navegador contém correções de segurança e novos recursos que podem ajudar a proteger o seu computador e a sua privacidade, quando você está online.

Além disso, muitos navegadores oferecem atualizações de segurança periodicamente. Então, sempre instale atualizações para seu navegador assim que estiverem disponíveis.

 

Ative os recursos de segurança do seu navegador

Muitos navegadores têm recursos de segurança que ajudam você a navegar com segurança pela web. Então, é uma boa ideia ver que recursos de segurança o seu navegador oferece e verificar se eles estão habilitados.

 

Dicas para usar email e a Web com segurança

  • Tenha cuidado ao abrir anexos de email. Anexos de email (arquivos que vêm com mensagens de email) são a principal fonte de infecção por vírus. Nunca abra um anexo de alguém que você não conhece. Se você conhecer o remetente mas não estiver esperando um anexo, verifique se ele realmente o enviou antes de abri-lo.
  • Guarde suas informações pessoais com muito cuidado. Se um site pedir o número do seu cartão de crédito, informações bancárias ou outras informações pessoais, verifique se o sistema de transação é seguro e se você pode confiar nesse site.
  • Cuidado ao clicar em hiperlinks em mensagens de email. Hiperlinks (links que, quando clicados, abrem sites da web) são frequentemente usados em golpes de phishing e spyware, mas também transmitem vírus. Clique somente em links de mensagens de email que você tenha certeza serem legítimas.
  • Instale somente complementos de sites nos quais você confie. Complementos do navegador da Web permitem que páginas da Web exibam itens como barras de ferramentas, vídeos, animações e cotações de ações. Entretanto, os complementos também podem instalar spywares ou outros softwares mal-intencionados. Se um site pedir que você instale um complemento, verifique se ele é confiável antes de fazê-lo.

Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados

Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados.

No final da postagem tem uma vídeo aula.

Este artigo foi retirado da pagina de suporte da Microsoft

 

Noções básicas sobre segurança e computação segura

Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger o computador. Por quê? Porque existem criminosos virtuais (também chamados hackers) que atacam os computadores de outras pessoas. Essas pessoas podem atacar diretamente, entrando no seu computador pela Internet e roubando informações pessoais suas, ou indiretamente, criando software mal-intencionado com a finalidade de danificar seu computador.

Noções básicas de ferramentas e aplicativos de navegação e correio eletrônico

Navegador de Internet e Correio Eletrônico

código http

A internet é uma rede de computadores interligados mundialmente em que há uma constante troca de informações entre pessoas, empresas e entidades. No fim da década de 60, o Departamento de Defesa norte-americano resolveu criar um sistema interligado para trocar informações sobre pesquisas e armamentos que não pudesse chegar nas mãos dos soviéticos. Sendo assim, foi criado o projeto Arpanet pela Agência para Projeto de Pesquisa Avançados do Departamento de Defesa dos EUA.

Posteriormente, esse tipo de conexão recebeu o nome de internet e até a década de 80 ficou apenas entre os meios acadêmicos. No Brasil ela chegou apenas na década de 90. É na internet que é executada a World Wide Web (www), sistema que contém milhares de informações (gráficos, vídeos, textos, sons, etc) que também ficou conhecido como rede mundial.

Tim Berners-Lee  na década de 80 começou a criar um projeto que pode ser considerado o princípio da World Wide Web. No início da década de 90 ele já havia elaborado uma nova proposta para o que ficaria conhecido como WWW. Tim falava sobre o uso de hipertexto e a partir disso surgiu o “http” (em português significa protocolo de transferência de hipertexto).

URL: Tudo que é disponível na Web tem seu próprio endereço, chamado URL, ele facilita a navegação e possui características específicas como a falta de acentuação gráfica e palavras maiúsculas. Uma url possui o http (protocolo), www (World Wide Web), o nome da empresa que representa o site, .com (ex: se for um site governamental o final será .gov) e a sigla do país de origem daquele site (no Brasil é usado o BR).

 

História do Navegador de Internet

 

Para que um usuário possa visualizar essas informações ele precisa usar um navegador de internet, também conhecido como browser. É com o navegador que o usuário acessa as informações (as páginas da internet) e documentos dos servidores WEB que são enviados para os computadores. Inicialmente eles eram muito rústicos e com o crescimento da internet  foram sendo mais desenvolvidos pelas empresas do ramo.

Em 1993 o estudante Marc Andreessen foi responsável pelo lançamento do primeiro programa de navegação, o Mosaic. Anteriormente, Tim Berners-Lee, o criador da World Wide Web, conseguiu desenvolver um navegador experimental, porém o Mosaic tinha bons gráficos e menus que se aproximavam dos browsers atuais. Posteriormente, surgiu uma outra versão chamada Netscape Navigator (1994) que passou a ser usada pela grande maioria dos internautas da época.

Nesse período a Microsoft resolveu investir nos provedores e lançou o Internet Explorer  e com isso iniciou a briga entre os navegadores Netscape e Internet Explorer. Nos anos seguintes as duas empresas lançaram diversas atualizações para tentar superar o concorrente. O Netscape foi perdendo cada vez mais mercado e lançou o Mozilla que depois passou a ser administrado pela Foundation Mozilla. Em 1998 a empresa foi comprada pela AOL.

Internet Explorer

O Internet Explorer é um navegador que começou a ser produzido pela Microsoft em 1995. Se tornou o mais usado do mercado, uma vez que sempre foi ligado ao sistema operacional Windows, mas nos últimos anos vem perdendo espaço para browsers de outras empresas.

Mozilla Firefox

Mozilla Firefox é um navegador livre que foi criado a partir da empresa que administrava o Netscape e posteriormente passou a se chamar Fundação Mozilla. Firefox foi uma das últimas opções de nome, pois os que foram pensados anteriormente já estavam sendo utilizados por outras empresas. Em 2004 foi lançada a primeira versão desse browser que se tornou um forte adversário do Internet Explorer.

Opera

Esse browser foi criado em 1994 por uma empresa da Noruega chamada Telenor e se mostrou uma versão leve de navegador para a época. A primeira versão pública foi lançada somente em 1996, mas anteriormente o navegador já havia sido disponibilizado internamente. Atualmente o Opera se tornou muito utilizado entre os computadores portáteis.

Chrome

Esse navegador foi desenvolvido pelo Google e foi lançado em 2008 sua primeira versão e atualmente é o mais utilizado no mundo conseguindo superar o Internet Explorer em 2012. A prosposta inicial do browser era fornecer navegação na web de maneira rápida em uma interface eficiente.

Safari

Safari é um navegador criado pela Apple e se trata do navegador padrão no sistema operacional Mac OS X.

barra de navegaçao

Correio Eletrônico

 

O correio eletrônico, também conhecido como e-mail, é um programa em que é possível realizar trocas de mensagens pela internet e se tornou uma alternativa bem sucedida no decorrer dos anos. Por ele é possível o envio e a troca de documentos, imagens e áudios para qualquer pessoa que possua um endereço de correio eletrônico.

Para acessar um e-mail não basta apenas a internet, pois é necessário também um endereço eletrônico pessoal. Esse endereço é separado por @ (arroba) como: centraldefavoritos@gmail.com. Nos sites que oferecem contas de endereço eletrônico é possível realizar um cadastro, inserir uma senha e um nome de usuário para ter acesso aos emails.

centraldefavoritos: é o nome da empresa ou do usuário da conta de e-mail;

gmail.com: é o endereço da empresa que possibilita o acesso ao correio eletrônico. As mais conhecidas são: yahoo, hotmail, gmail, etc.

Caixa de Entrada: A caixa de entrada é onde os usuários recebem suas mensagens e elas ficam nesse local até serem arquivadas, lidas ou apagadas.

Caixa de Saída: Nesse espaço ficam os e-mails que o usuário já enviou.

Atividades do Correio Eletrônico

  • Pedir arquivos;
  • Solicitar informações;
  • Mandar mensagens;
  • Fazer leitura de informações;
  • Fazer download de arquivos, etc.

Como enviar mensagens no e-mail

Cada programa de e-mail possui uma maneira própria de encaminhar as mensagens e o usuário deve verificar suas orientações e regulamentos. Para que o e-mail seja enviado é importante preencher os seguintes dados:

To: é o endereço para qual será enviada a mensagem;

Cc: vem do inglês Carbon Copy (cópia carbonada). Nesse espaço você coloca o endereço de uma pessoa que receberá uma cópia do e-mail.

Bcc: vem do inglês Blind Carbon Copy (cópia cega). Utilizado quando o usuário deseja encaminhar um e-mail e anexa um destinatário que não deve aparecer na mensagem para as outras pessoas.

Subject: é o assunto de sua mensagem e pode ou não ser preenchido.

Servidores de e-mail e seus protocolos

Os correios eletrônicos podem ser divididos de duas formas: os agentes de usuários e os agentes de transferência de mensagens. Os agentes usuários são exemplificados pelo Mozilla Thunderbird e pelo Outlook. Já os agentes de transferência realizam um processo de envio dos agentes usuários e servidores de e-mail.

Os agentes de transferência usam três protocolos: SMTP (Simple Transfer Protocol), POP (Post Office Protocol) e IMAP (Internet Message Protocol). O SMTP é usado para transferir mensagens eletrônicas entre os computadores. O POP é muito usado para verificar mensagens de servidores de e-mail quando ele se conecta ao servidor suas mensagens são levadas do servidor para o computador local. Pode ser usado por quem usa conexão discada.

Já o IMAP também é um protocolo padrão que permite acesso a mensagens nos servidores de e-mail. Ele possibilita a leitura de arquivos dos e-mails, mas não permite que eles sejam baixados. O IMAP é ideal para quem acessa o e-mail de vários locais diferentes.

Outlook Express

Os navegadores disponibilizam correios eletrônicos para que os usuários possam receber e enviar e-mails. O Outlook Express é um programa associado ao sistema operacional Windows. O endereço de e-mail fica da seguinte forma:

nomedousuario@nomedoprovedor.dominio.pais

Segmentos do Outlook Express

Painel de Pastas: permite que o usuário salve seus e-mails em pastas específicas e dá a possibilidade de criar novas pastas;

Painel das Mensagens: onde se concentra a lista de mensagens de determinada pasta e quando se clica em um dos e-mails o conteúdo é disponibilizado no painel de conteúdo.

Painel de Conteúdo: esse painel é onde irá aparecer o conteúdo das mensagens enviadas.

Painel de Contatos: nesse local se concentram as pessoas que foram cadastradas em sua lista de endereço.

Formação das palavras

Formação das palavras

Formação das palavras

Para analisar a formação de uma palavra, deve-se procurar a origem dela. Caso seja formada por apenas um radical, diremos que foi formada por derivação; por dois ou mais radicais, composição. São os seguintes os processos de formação de palavras:

Derivação: Formação de novas palavras a partir de apenas um radical.

Derivação Prefixal

Acréscimo de um prefixo à palavra primitiva; também chamado de prefixação.

Por exemplo: antepasto, reescrever, infeliz.

Derivação Sufixal

Acréscimo de um sufixo à palavra primitiva; também chamado de sufixação.

Por exemplo: felizmente, igualdade, florescer.

Derivação Prefixal e Sufixal

Acréscimo de um prefixo e de um sufixo, em tempos diferentes; também chamado de prefixação e sufixação.

Por exemplo: infelizmente, desigualdade, reflorescer.

Derivação Parassintética

Acréscimo de um prefixo e de um sufixo, simultaneamente; também chamado de parassíntese.

Por exemplo: envernizar, enrijecer, anoitecer.

Obs.: A maneira mais fácil de se estabelecer a diferença entre Derivação Prefixal e Sufixal e Derivação Parassintética é a seguinte: retira-se o prefixo; se a palavra que sobrou existir, será Der. Pref. e Suf.; caso contrário, retira-se, agora, o sufixo; se a palavra que sobrou existir, será Der. Pref. e Suf.; caso contrário, será Der. Parassintética. Por exemplo, retire o prefixo de envernizar: não existe a palavra vernizar; agora, retire o sufixo: também não existe a palavra enverniz. Portanto, a palavra foi formada por Parassíntese.

Derivação Regressiva

É a retirada da parte final da palavra primitiva, obtendo, por essa redução, a palavra derivada.

Por exemplo: do verbo debater, retira-se a desinência de infinitivo -r: formou-se o substantivo debate.

Derivação Imprópria

É a formação de uma nova palavra pela mudança de classe gramatical. Por exemplo: a palavra gelo é um substantivo, mas pode ser transformada em um adjetivo: camisa gelo.

Composição

Formação de novas palavras a partir de dois ou mais radicais.

Composição por justaposição

Na união, os radicais não sofrem qualquer alteração em sua estrutura. Por exemplo: ao se unirem os radicais ponta e pé, obtém-se a palavra pontapé. O mesmo ocorre com mandachuva, passatempo, guarda-pó.

Composição por aglutinação

Na união, pelo menos um dos radicais sofre alteração em sua estrutura. Por exemplo: ao se unirem os radicais água e ardente, obtém-se a palavra aguardente, com o desaparecimento do a. O mesmo acontece com embora (em boa hora), planalto (plano alto).

Hibridismo

É a formação de novas palavras a partir da união de radicais de idiomas diferentes.

Por exemplo: automóvel, sociologia, sambódromo, burocracia.

Onomatopeia

Consiste em criar palavras, tentando imitar sons da natureza. Por exemplo: zunzum, cricri, tiquetaque, pingue-pongue.

Abreviação Vocabular

Consiste na eliminação de um segmento da palavra, a fim de se obter uma forma mais curta.

Por exemplo: de extraordinário forma-se extra; de telefone, fone; de fotografia, foto; de cinematografia, cinema ou cine.

Siglas

As siglas são formadas pela combinação das letras iniciais de uma sequência de palavras que constitui um nome.

Por exemplo: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística); IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano).

Neologismo semântico

Forma-se uma palavra por neologismo semântico, quando se dá um novo significado, somado ao que já existe.

Por exemplo, a palavra legal significa dentro da lei; a esse significado somamos outro: pessoa boa, pessoa legal.

Empréstimo linguístico

É o aportuguesamento de palavras estrangeiras; se a grafia da palavra não se modifica, ela deve ser

escrita entre aspas. Por exemplo: estresse, estande, futebol, bife, “show”, xampu, “shopping center”.

Fonte: Matéria retirada do site Algo Sobre

 

Vozes do verbo

MAPA DA POSTAGEM


Este artigo foi desenvolvido da seguinte forma:

Artigo retirado do site só português que explica bem apesar de estar bem resumido.

Uma vídeo aula sobre vozes verbais ( muito interessante ).

Alguns exercícios para praticar retirado do site Cola na Web.

Bons estudos!


 Artigo retirado do site só português que explica bem apesar de estar bem resumido.

Vozes do Verbo

Dá-se o nome de voz à forma assumida pelo verbo para indicar se o sujeito gramatical é agente ou paciente da ação. São três as vozes verbais:

Classe de palavras: Artigo

Artigo

Precede o substantivo para determiná-lo, mantendo com ele relação de concordância. Assim, qualquer expressão ou frase fica substantivada se for determinada por artigo (O ‘conhece-te a ti mesmo’ é conselho sábio). Em certos casos, serve para assinalar gênero e número (o/a colega, o/os ônibus).

Os artigos podem ser classificado em:

  • definido – o, a, os, as – um ser claramente determinado entre outros da mesma espécie;Por exemplo: Eu matei  animal.
  • indefinido – um, uma, uns, umas – um ser qualquer entre outros de mesma espécie;Por exemplo: Eu matei um animal.

Podem aparecer combinados com

Redação

Estava conversando com um colega de trabalho e ele disse que havia fechado uma prova de concurso, mas que tirou zero na redação por ter fugido do estilo que a banca havia proposto. Achei estranho e resolvi dar uma pesquisada.

Realmente tem banca que pede um estilo e se fugir dele já era. A maioria pede a dissertação que é a redação que estamos acostumados a fazer na escola, aquela que temos que defender nossa opinião acerca de um assunto.

Eu já fui concurseiro e nunca tive dificuldade na redação, apesar que se você analisar friamente meus textos, inclusive

Conectores

Em gramática, articuladores do discurso ou conectores são expressões que num texto ligam palavras e frases.

Os conectores são, assim, palavras ou expressões que se utilizam para especificar as relações entre vários segmentos linguísticos de um texto – sequencializam as ideias e estabelecem ligação entre elas.

O uso correto de conectores permite uma maior coesão textual e envolve uma compreensão facilitada da globalidade do texto.

Os conectores pertencem a diversas classes de palavras – conjunções (ou locuções conjuncionais) coordenativas e subordinativas, advér

Como se preparar para a prova do Enem

Resultado de imagem para enem

O Enem esta chegando e você deve pensar nas revisões para as provas. Faltando apenas 15 dias para a prova você deve relaxar e e deixar de estudar novos conteúdos e focar nas revisões.

Vi no jornal umas dicas interessantes que acredito que lhe ajudarão bastante:

  1. Revise e resolva questões
  2. Foque nos pontos fortes
  3. treine mais redações e cronometre uma hora
  4. refaça provas do Enem no mesmo tempo
  5. Leia a prova inteira e marque as fáceis. Depois resolva elas primeiro.
  6. Lembre-se da TRI(teoria de resposta do Enem) faças sempre as mais fáceis primeiro
  7. revise conteúdo a partir de exercícios
  8. Relaxe e pratique exercícios físicos leves
  9. Leia assuntos atuais
  10. Assista a videoaulas
  11. Coloque o sono em dia
  12. Vá antes no local da prova e cronometre para no dia não chegar atrasado.
  13. Revise tudo que tem que levar no dia da prova

Minha experiência em concurso diz que devemos relaxar e focar nos pontos fortes e não se cobrar tanto. Veja a média que passaram no curso e universidade que você deseja e transforme em número de questões. Você verá que apesar da enorme quantidade de pessoas disputando você verá que pode errar muitas questões. Com isto você ficará tranquilo e fará uma excelente prova.

Boa sorte!

Construção Frasal

Construção Frasal

Palavras simples, precisas adequados isto para que o texto seja claro.

Construção da frase.

 Frase Curta – ordem direta – clareza.

Frase clara – curta e direta.

Evite: Frases longas

Insersões desnecessárias

Obscuridade

Ambiguidade

Dupla interpretação.

Preferir frases longas não é crime, o problema é que as frases longas dificultam a compreensão imediata, são mais difíceis de ser pontuadas (principalmente quanto ao uso da vírgula) e exigem um cuidado maior com a concordância. A frase constituída em ordem direta (sujeito+verbo+complemento) facilita

Níveis de linguagem

A língua possui variações dentro de si, que pode ser popular, vulgar, regional ou culta.

A fala e escrita, em uma determinada situação de comunicação, têm os ditos “níveis de linguagem”. Esses dizem respeito à concordância em que o emissor e o receptor estão para que possam ser compreendidos, e para tanto, existem linguagens diferentes para ocasiões distintas. A gramática normativa dita as regras de coerência, entretanto, na fala e escrita, especialmente informal, podemos

Reconstrução de informações do texto: identificação de informações implícitas

charge-politica-humor1

Achei dois textos legais que tenho certeza lhe serão muito útil.

O primeiro texto foi desenvolvido por Priscila Gomes no site Sou Mais Enem, inclusive no final da postagem tem um vídeo dela explicando o assunto.

O segundo texto foi tirado  do site da Globo Educação que tem um questão do Enem interessante

Coloquei também um vídeo do QG do Enem muito interessante vale a pena assistir.

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Bons estudos!

Hoje, vamos falar sobre a importância das informações implícitas para a interpretação de texto. Inicialmente, precisamos entender que, na elaboração de uma mensagem, nem sempre aquilo que procuramos dizer está explícito, ou seja, nem sempre é dito de forma direta ou objetiva.

Muitas vezes, para percebermos o que está implícito em um enunciado, precisamos lidar com conhecimento de mundo (cultura geral), com deslocamento contextual ou, até mesmo, com alguns indicadores linguísticos.

Observem a piada a seguir:

“Um louco pergunta para um outro: