Menu fechado

Funções sintáticas do período simples

APOSTILA TJ-PA 2019

APOSTILA PARA MP-SP 2019

APOSTILA DEAP-SC 2019

SAIBA POR QUE INDICO AS APOSTILAS OPÇÃO

Funções sintáticas do período simples.

Função sintática é a atribuição que a palavra desempenha dentro de uma oração. A função de cada termo da oração é determinada pela análise sintática.

Análise sintática: É analisar os termos da oração, a composição do período e a função das palavras na oração.

Período Simples é uma frase com apenas uma oração

Obs.: para se ter uma oração é necessário ter um verbo.

Para analisar sintaticamente o período simples é necessário identificar os termos da oração que são os termos essenciais, integrantes e acessórios.

Essenciais: sujeito e predicado

Integrantes: complementos verbais (objeto direto e indireto), complemento  nominal e o agente da passiva.

Acessórios: adjunto adnominal, Adjunto adverbial e aposto.

 

Termos essenciais da oração:

Estrutura básica da oração

Sujeito e predicado.

Apesar de ser um termo essencial da oração, pode acontecer da oração não ter sujeito (sujeito inexistente), como  fenômenos da natureza, mas sempre terá um predicado.

Oração sem sujeito: Quando não existe um elemento que o predicado se refere começando através de um verbo impessoal, ou seja, os verbos impessoais não possuem sujeito.

Exs.:

Havia baratas na loja

Choveu muito em São Paulo

 

Termos integrantes da oração:

Integram ou complementam o sentido de determinados nomes e verbos

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

APOSTILA DGAP-GO 2019

APOSTILA SOLDADO BOMBEIRO PMBA/CBMBA 2019

Complementos verbais (objeto direto e indireto), complemento nominal e o agente da passiva.

 

Complementos verbais:

Objeto direto: Completa o sentido do verbo sem uma preposição

O gato pego o rato. O gato é o objeto direto

Objeto indireto: Completa o sentido do verbo com uma preposição

Ex.: Eu duvidei da opinião do professor

 

Complemento nominal: O termo da oração é unido a um nome através de uma preposição para dar sentido a esse nome. Pode ser substantivo, adjetivo ou advérbio.

Ex: João tem orgulho do filho (orgulho= substantivo e do filho= complemento nominal)

Agente da passiva: Complementa uma ação sofrida pelo sujeito tornando o sujeito paciente. Normalmente é preposicionado.

Ex.: Esta lasanha foi feita pela minha filha

 

Termos acessórios da oração

Eles têm uma função secundária na oração. Acrescentam uma informação nova, dando mais significado a oração.

Adjunto adnominal, Adjunto adverbial e aposto.

Adjunto adnominal: São palavras que acompanham o substantivo para dar um significado a ele.

Ex.: O Ginásio terá vigilância eletrônica.

Adjunto adverbial: É um termo que se une ao verbo para modifica-lo para especificar uma circunstância.

Ex. Maria e Arthur chegaram muito cedo

Aposto: é um termo que une a outro termo para explicar, resumir, desenvolver  este termo a que se refere.

Ex.: O professor mais antigo da faculdade, Sr. Matheus é muito admirado  por todos.

Dicas importantes:

 

Sei que é difícil encontrar todos os conteúdos na internet, por isso, para garantir sua aprovação eu recomendo fazer um curso online (Gran Cursos Online) ou adquirir uma apostila (Apostilas Opção).

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba mais!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba mais! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *