Concordância Verbal e Nominal

Concordância Verbal e Nominal

MAPA DA POSTAGEM


modelo-quadro-copia

A postagem foi feita da seguinte forma:

Primeiro coloquei a parte teórica; depois coloquei videoaulas e no final algumas questões para você praticar.

Tenho algumas postagem que acho interessante  e que acredito que você irá gostar:

Uma com todo conteúdo de português: português completo

conteúdo do concurso do TRE-SP 2016.

Como estudar para concursos públicos.

Gostaria de lembrar também que tenho um livro de aventura que publiquei a versão final em e-book no Amazon, A fortaleza do Centro, dá uma olhadinha nele é muito legal.

Bons estudos!


 

CONCORDÂNCIA VERBAL

Regra geral

O verbo concorda com o sujeito em número e pessoa.

O técnico escalou o time.

Os técnicos escalaram os times.

Casos especiais

Sujeito composto

anteposto: verbo no plural.

posposto: verbo concorda com o mais próximo ou fica no plural.

de pessoas diferentes: verbo no plural da pessoa predominante.

com núcleos em correlação: verbo concorda com o mais próximo ou fica no plural.

ligado por COM: verbo concorda com o antecedente do COM ou vai para o plural.

ligado por NEM: verbo no plural e, às vezes, no singular.

ligado por OU: verbo no singular ou plural, dependendo do valor do OU.

 

Exemplos:

O técnico e os jogadores chegaram ontem a São Paulo.

Chegou(aram) ontem o técnico e os jogadores.

Eu, você e os alunos iremos ao museu.

Tu, ela e os peregrinos visitareis o santuário.

O cientista assim como o médico pesquisa(m) a causa do mal.

O professor, com os alunos, resolveu o problema.

O maestro com a orquestra executaram a peça clássica.

Nem Paulo nem Maria conquistaram a simpatia de Catifunda.

Valdir ou Leão será o goleiro titular.

João ou Maria resolveram o problema.

O policial ou os policiais prenderam o perigoso assassino.

 

  • Sujeito constituído por:
  1. a) um e outro, nem um nem outro: verbo no singular ou plural.
  2. b) um ou outro: verbo no singular.
  3. c) expressões partitivas seguidas de nome plural: verbo no singular ou plural.

d)coletivo geral: verbo no singular.

  1. e) expressões que indicam quantidade aproximada seguida de numeral: verbo concorda com o substantivo.
  2. f) pronomes (indefinidos ou interrogativos) seguidos de pronome: verbo no singular ou plural.
  3. g) palavra QUE: verbo concorda com o antecedente.
  4. h) palavra QUEM: verbo na 3ª pessoa do singular.
  5. i) um dos que: verbo no singular ou plural.
  6. j) palavras sinônimas: verbo concorda com o mais próximo ou fica no plural.

Exemplos:

Um e outro médico descobriu(ram) a cura do mal.

Nem um nem outro problema propostos foi(ram) resolvido(s).

A maioria dos candidatos conseguiu(iram) aprovação.

Mais de um jogador foi elogiado pela crônica esportiva.

Cerca de dez jogadores participaram da briga.

O povo escolherá seu governante em 15 de novembro.

Qual de nós será escolhido?

Poucos dentre eles serão chamados pelo Exército.

Alguns de nós seremos eleitos.

Hoje sou eu que faço o discurso.

Amanhã serão eles quem resolverá o problema.

Foi um dos alunos desta classe que resolveu o problemas.

Seu filho foi um dos que chegaram tarde.

A Ética ou a Moral preocupa-se com o comportamento humano.

  • Verbo acompanhado da palavra SE
  1. a) SE = pronome apassivador: verbo concorda com o sujeito paciente.

Viam-se ao longe as primeiras casas.

Ofereceu-se um grande prêmio ao vencedor da corrida.

 

  1. b) SE = índice de indeterminação do sujeito: verbo sempre na 3ª pessoa do singular.

Necessitava-se naqueles dias de novas idéias.

Estava-se muito feliz com o resultado dos jogos.

Morria-se de tédio durante o inverno.

  • Verbos impessoais

Verbos que indicam fenômenos; verbo haver indicando existência ou tempo; verbo fazer, ir, indicando tempo: ficam sempre na 3ª pessoa do singular.

Durante o inverno, nevava muito.

Ainda havia muitos candidatos para a Universidade.

Ontem fez dez anos que ela se foi.

Vai para dez meses que tudo terminou.

  • Verbo SER
  1. a) indicando tempo, distância: concorda com o predicativo.

Hoje é dia 3 de outubro, pois ontem foram 2 e o amanhã serão 4.

Daqui até Jardinópolis são 316 quilômetros.

  1. b) com sujeito que indica quantidade e predicativo que indica suficiência, excesso: concorda com o predicativo.

Dez feijoadas era muito para ela.

Vinte milhões era muito por aquela casa.

  1. c) com sujeito e predicativo do sujeito: concorda com o que prevalecer.

O homem sempre foi suas ideias.

Santo Antônio era as esperanças da solteirona.

O problema eram os móveis.

Hoje, tudo são alegrias eternas.

Mulheres discretas é coisa rara.

A Pátria não é ninguém; somos todos nós.

  • Verbo DAR

Verbo dar (bater e soar) + hora(s): concorda com o sujeito.

Deram duas horas no relógio do campanário.

Deu duas horas o relógio do alto da montanha.

  • Verbo PARECER

Verbo parecer + infinitivo: flexiona-se um dos dois.

Os cientistas pareciam procurar grandes segredos.

Os cientistas parecia procurarem grandes segredos.

  • Sujeito = nome próprio plural.

a)com artigo singular ou sem artigo: verbo no singular.

O Amazonas deságua no Atlântico.

Minas Gerais exporta minérios.

b)com artigo plural: verbo no plural.

Os Estados Unidos enviaram tropas à zona de conflito.

“Os Lusíadas” narram as conquistas portuguesas.

 

CONCORDÂNCIA NOMINAL

 

Regra geral: o artigo, o numeral, o adjetivo e o pronome adjetivo  concordam com o substantivo a que se referem em gênero e número.

Ex.: Dois pequenos goles de vinho e um calçado certo deixam qualquer mulherirresistivelmente alta.

Concordâncias especiais:

Ocorrem quando algumas palavras variam sua classe gramatical, ora se comportando como um adjetivo (variável) ora como um advérbio (invariável).

Mais de um vocábulo determinado

1- Pode ser feita a concordância gramatical ou a atrativa.

Ex.: Comprei um sapato e um vestido pretos. (gramatical, o adjetivo concorda com os dois substantivos)

Comprei um sapato e um vestido preto. (atrativa, apesar do adjetivo se referir aos dois substantivos ele concordará apenas com o núcleo mais próximo)

 

Um só vocábulo determinado

1- Um substantivo acompanhado (determinado) por mais de um adjetivo: os adjetivos concordam com o substantivo

Ex.: Seus lábios eram doces e macios.

 

2- Bastante- bastantes

Quando adjetivo, será variável e quando advérbio, será invariável

Ex.: Há bastantes motivos para sua ausência. (bastantes será adjetivo de motivos)

Os alunos falam bastante. ( bastante será advérbio de intensidade referindo-se ao verbo)

 

3- Anexo, incluso, obrigado, mesmo, próprio

São adjetivos que devem concordar com o substantivo a que se referem.

Ex.: A fotografia vai anexa ao curriculum.

Os documentos irão anexos ao relatório.

 

DICAS:

Quando precedido da preposição em, fica invariável.

Ex.: A fotografia vai em anexo.

 

Envio-lhes, inclusas, as certidões./ Incluso segue o documento.

A professora disse: muito obrigada./ O professor disse: muito obrigado.

Ele mesmo fará o trabalho./ Ela mesma fará o trabalho.

 

DICAS

Mesmo pode ser advérbio quando significa realmente, de fato. Será portanto invariável.

Ex.: Maria viajará mesmo para os EUA.

Ele próprio fará o pedido ao diretor./ Ela própria fará o pedido ao diretor.

 

4- Muito, pouco, caro, barato, longe, meio, sério, alto

São palavras que variam seu comportamento funcionando ora como advérbios (sendo assim invariáveis) ora como adjetivos (variáveis).

 

Ex.: Os homens eram altos./ Os homens falavam alto.

Poucas pessoas acreditavam nele./ Eu ganho pouco pelo meu trabalho.

Os sapatos custam caro./ Os sapatos estão caros.

A água é barata./ A água custa barato.

Viajaram por longes terras./ Eles vivem longe.

Eles são homens sérios./ Eles falavam sério.

Muitos homens morreram na guerra./ João fala muito.

Ele não usa meias palavras./ Estou meio gorda.

 

5 – É bom, é necessário, é proibido

Só variam se o sujeito vier precedido de artigo ou outro determinante.

Ex.: É proibido entrada de estranhos./ É proibida a entrada de estranhos.

É necessário chegar cedo./ É necessária sua chegada.

 

6 – Menos, alerta, pseudo

São sempre invariáveis.

Ex.: Havia menos professores na reunião./Havia menos professoras na reunião.

O aluno ficou alerta./ Os alunos ficaram alerta.

Era um pseudomédico./ Era uma pseudomédica.

 

7 – Só, sós

Quando adjetivos, serão variáveis, quando advérbios serão invariáveis.

Ex.: A criança ficou só./ As crianças ficaram sós. (adjetivo)

Depois da briga, só restaram copos e garrafas quebrados. (advérbio)

DICAS

A  locução adverbial a sós é invariável.

Ex.: Preciso falar a sós com ele.

8 –Concordância dos particípios

Os particípios concordarão com o substantivo a que se referem.

Ex.: Os livros foram comprados a prazo./ As mercadorias foram compradas a prazo.

DICAS

Se o particípio pertencer a um tempo composto será invariável.

Ex.: O juiz tinha iniciado o jogo de vôlei./ A juíza tinha iniciado o jogo de vôlei.

1. (IBGE) Indique a opção correta, no que se refere à concordância verbal, de acordo com a norma culta:

a) Haviam muitos candidatos esperando a hora da prova.
b) Choveu pedaços de granizo na serra gaúcha.
c) Faz muitos anos que a equipe do IBGE não vem aqui.
d) Bateu três horas quando o entrevistador chegou.
e) Fui eu que abriu a porta para o agente do censo.

2. (IBGE) Assinale a frase em que há erro de concordância verbal:

a) Um ou outro escravo conseguiu a liberdade.
b) Não poderia haver dúvidas sobre a necessidade da imigração.
c) Faz mais de cem anos que a Lei Áurea foi assinada.
d) Deve existir problemas nos seus documentos.
e) Choveram papéis picados nos comícios.

3. (IBGE) Assinale a opção em que há concordância inadequada:

a) A maioria dos estudiosos acha difícil uma solução para o problema.
b) A maioria dos conflitos foram resolvidos.
c) Deve haver bons motivos para a sua recusa.
d) De casa à escola é três quilômetros.
e) Nem uma nem outra questão é difícil.

4. (CESGRANRIO) Há erro de concordância em:

a) atos e coisas más
b) dificuldades e obstáculo intransponível
c) cercas e trilhos abandonados
d) fazendas e engenho prósperas
e) serraria e estábulo conservados

5. (MACK) Indique a alternativa em que há erro:

a) Os fatos falam por si sós.
b) A casa estava meio desleixada.
c) Os livros estão custando cada vez mais caro.
d) Seus apartes eram sempre o mais pertinentes possíveis.
e) Era a mim mesma que ele se referia, disse a moça.

6. (UF-PR) Enumere a segunda coluna pela primeira (adjetivo posposto):

(1) velhos ( ) camisa e calça …………
(2) velhas ( ) chapéu e calça …………
( ) calça e chapéu …………
( ) chapéu e paletó ………..
( ) chapéu e camisa ……….

a) 1 – 2 – 1 – 1 – 2
b) 2 – 2 – 1 – 1 – 2
c) 2 – 1 – 1 – 1 – 1
d) 1-2-2-2-2
e) 2-1-1-1-2

7. (UF-FLUMINENSE) Assinale a frase que encerra um erro de concordância nominal:

a) Estavam abandonadas a casa, o templo e a vila.
b) Ela chegou com o rosto e as mãos feridas.
c) Decorrido um ano e alguns meses, lá voltamos.
d) Decorridos um ano e alguns meses, lá voltamos.
e) Ela comprou dois vestidos cinza.

8. (BB) Verbo deve ir para o plural:

a) Organizou-se em grupos de quatro.
b) Atendeu-se a todos os clientes.
c) Faltava um banco e uma cadeira.
d) Pintou-se as paredes de verde.
e) Já faz mais de dez anos que o vi.

9. (BB) Verbo certo no singular:

a) Procurou-se as mesmas pessoas
b) Registrou-se os processos
c) Respondeu-se aos questionários
d) Ouviu-se os últimos comentários
e) Somou-se as parcelas

10. (BB) Opção correta:

a) Há de ser corrigidos os erros
b) Hão de ser corrigidos os erros
c) Hão de serem corrigidos os erros
d) Há de ser corrigidos os erros
e) Há de serem corrigidos os erros

GABARITO

1. C

2. D
3. D
4. D
5. D
6. C
7. A
8. D
9. C
10. B

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *