Menu fechado

preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

Preposição:

É a palavra invariável que liga dois termos entre si, estabelecendo relação de subordinação entre o termo regente e o regido. São antepostos aos dependentes (objeto indireto, complemento nominal, adjuntos e orações subordinadas). Divide-se em:

Essenciais (maioria das vezes são preposições): a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás;

Acidentais (palavras de outras classes que podem exercer função de preposição): afora, conforme (= de acordo com), consoante, durante, exceto, salvo, segundo, senão, mediante, visto (= devido a, por causa de) etc.

As preposições essenciais regem pronomes oblíquos tônicos; enquanto preposições acidentais regem as formas retas dos pronomes pessoais. (Falei sobre ti/Todos, exceto eu, vieram).

As locuções prepositivas, em geral, são formadas de advérbio (ou locução adverbial) + preposição – abaixo de, acerca de, a fim de, além de, defronte a, ao lado de, apesar de, através de, de acordo com, em vez de, junto de, perto de, até a, a par de, devido a.

Observa-se que a última palavra da locução prepositiva é sempre uma preposição, enquanto a última palavra de uma locução adverbial nunca é preposição.

 

Quanto ao emprego, as preposições podem ser usadas em:

combinação: preposição + outra palavra sem perda fonética (ao/aos);

contração: preposição + outra palavra com perda fonética (na/àquela);

não se deve contrair de se o termo seguinte for sujeito (Está na hora de ele falar);

a preposição após, pode funcionar como advérbio (= atrás) (Terminada a festa, saíram logo após.);

trás, atualmente, só se usa em locuções adverbiais e prepositivas (por trás, para trás por trás de).

Quanto à diferença entre pronome pessoal oblíquo, preposição e artigo, deve-se observar que a preposição liga dois termos, sendo invariável, enquanto o pronome oblíquo substitui um substantivo. Já o artigo antecede o substantivo, determinando-o.

As preposições podem estabelecer as seguintes relações: isoladamente, as preposições são palavras vazias de sentido, se bem que algumas contenham uma vaga noção de tempo e lugar. Nas frases, exprimem diversas relações:

autoria– música de Caetano

lugar– cair sobre o telhado, estar sob a mesa

tempo– nascer a 15 de outubro, viajar em uma hora, viajei durante as férias

modo ou conformidade– chegar aos gritos, votar em branco

causa– tremer de frio, preso por vadiagem

assunto– falar sobre política

fim ou finalidade– vir em socorro, vir para ficar

instrumento– escrever a lápis, ferir-se com a faca

companhia– sair com amigos / meio – voltar a cavalo, viajar de ônibus

matéria– anel de prata, pão com farinha

posse– carro de João

oposição– Flamengo contra Fluminense

conteúdo– copo de (com) vinho

preço– vender a (por) R$ 300, 00

origem– descender de família humilde

especialidade– formou-se em Medicina

destino ou direção– ir a Roma, olhe para frente.

 

Conjunção:

É a palavra que liga orações basicamente, estabelecendo entre elas alguma relação (subordinação ou coordenação). As conjunções classificam-se em:

 

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

Coordenativas:

A aquelas que ligam duas orações independentes (coordenadas), ou dois termos que exercem a mesma função sintática dentro da oração. Apresentam cinco tipos:

Aditivas(adição):

e, nem, mas também, como também, bem como, mas ainda;

Adversativas(adversidade, oposição):

mas, porém, todavia, contudo, antes (= pelo contrário), não obstante, apesar disso;

Alternativas(alternância, exclusão, escolha):

ou, ou … ou, ora … ora, quer … quer;

Conclusivas(conclusão):

logo, portanto, pois (depois do verbo), por conseguinte, por isso;

Explicativas(justificação):

– pois (antes do verbo), porque, que, porquanto.

Subordinativas:

– ligam duas orações dependentes, subordinando uma à outra. Apresentam dez tipos:

Causais:

porque, visto que, já que, uma vez que, como, desde que;

Comparativas:

como, (tal) qual, assim como, (tanto) quanto, (mais ou menos +) que;

Condicionais:

se, caso, contanto que, desde que, salvo se, sem que (= se não), a menos que;

Consecutivas (conseqüência, resultado, efeito):

que (precedido de tal, tanto, tão etc. – indicadores de intensidade), de modo que, de maneira que, de sorte que, de maneira que, sem que;

Conformativas(conformidade, adequação):

conforme, segundo, consoante, como;

Concessiva:

embora, conquanto, posto que, por muito que, se bem que, ainda que, mesmo que;

Temporais:

quando, enquanto, logo que, desde que, assim que, mal (= logo que), até que;

Finais:

– a fim de que, para que, que;

Proporcionais:

à medida que, à proporção que, ao passo que, quanto mais (+ tanto menos);

Integrantes:

– que, se.

As conjunções integrantes introduzem as orações subordinadas substantivas, enquanto as demais iniciam orações subordinadas adverbiais. Muitas vezes a função de interligar orações é desempenhada por locuções conjuntivas, advérbios ou pronomes.

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Dicas importantes:

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba porque recomendo!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba por que recomendo! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *