Menu fechado

Novo acordo ortográfico – Questões de concursos

COMBO CNU - 2024 COM 8 APOSTILAS POR APENAS R$ 29,90 - SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA CNU - 2024 BLOCO 8 INTERMEDIÁRIO. SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA CNU - 2024 - Conhecimentos Gerais Blocos 1 ao 7 -SAIA NA FRENTE!!

 

Novo acordo ortográfico – Questões de concursos

Aqui tem 10 questões gabaritadas recentes do ano de 2022 sobre este assunto. Recomendo que faça todas para além de praticar seus conhecimentos, entender como este assunto é pedido pelas bancas.

LINK para o conteúdo teórico AQUI!!

QUESTÃO 1

Ano: 2022 Banca: FUMARC Órgão: PC-MG Cargo: Técnico Assistente da Polícia Civil

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

No último Acordo Ortográfico, assinado em 1990, para a padronização da ortografia da língua portuguesa, alguns acentos gráficos entraram em desuso.

Assinale a afirmativa INCORRETA sobre os acentos em desuso.

A Não se acentuam os verbos e substantivos terminados em eem e oo(s). Ex.: Eles veem (verbo ver) / Voos.

B Não se usam mais os acentos que diferenciam o singular do plural dos verbos ter e vir. Ex.: Eles tem.

C O trema foi abolido, mantendo-se apenas em nomes próprios. Ex.: Linguiça.

D Palavras paroxítonas com ditongos abertos “oi” e “ei” não recebem mais o acento. Ex.: Geleia.

 

QUESTÃO 2

Ano: 2022 Banca: REIS & REIS Órgão: Prefeitura de Juatuba – MG Cargo: Pedagogo

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Quanto às regras de acentuação, de acordo com o Novo Acordo Ortográfico, assinale a opção incorreta:

A Todas as palavras proparoxítonas recebem acento. Ex: matemática.

B Nas palavras paroxítonas, os ditongos terminados em –ei e –oi não são mais acentuados. Ex: ideia.

C São acentuadas as palavras paroxítonas terminadas em -a, -e, -o, -em, -ens.

D São acentuadas as palavras oxítonas terminadas em -a, -e, -o, -em, -ens.

 

QUESTÃO 3

Ano: 2022 Banca: REIS & REIS Órgão: Prefeitura de Potim – SP Cargo: Professor de Educação Básica I – Educação Infantil

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Marque a opção incorreta, Segundo o Novo Acordo Ortográfico da língua portuguesa:

A Não se acentua mais os ditongos abertos ei, oi, das palavras paroxítonas. Exemplos: estreia, heroico.

B Não se acentua mais as palavras oxítonas terminadas em ditongo aberto. Ex: heroi, bachareis.

C Não se acentua mais o I e o U tônicos, precedidos de ditongos. Ex: feiura, baiuca.

D Não são acentuados os hiatos ee, oo. Ex: leem, voo.

 

QUESTÃO 4

Ano: 2022 Banca: VUNESP Órgão: PM-SP Cargo: Sargento da Polícia Militar

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

A verdadeira história do Papai Noel

O Papai Noel que conhecemos hoje, gordo e bonachão, barba branca, vestes vermelhas, é produto de um imemorial sincretismo1 de lendas pagãs e cristãs, a tal ponto que é impossível identificar uma fonte única para o mito. Sabe-se, porém, que sua aparência foi fixada e difundida para o mundo na segunda metade do século 19 por um famoso ilustrador e cartunista americano, Thomas Nast. Nas gravuras de Nast, o único traço que destoa significativamente do Noel de hoje é o longo cachimbo que o personagem dele fumava sem parar, algo que nossos tempos antitabagistas já não permitem ao bom velhinho.

O sucesso da representação pictórica feita por Nast não significa que ele possa reivindicar qualquer naco2 da paternidade da lenda, mas apenas que seu Santa Claus – o nome de Papai Noel em inglês – deixou no passado e nas enciclopédias de folclore a maior parte das variações regionais que a figura do distribuidor de presentes exibia, dos trajes verdes em muitos países europeus aos chifres de bode (!) em certas lendas nórdicas.

Antes de prevalecer a imagem atual, um fator de unificação desses personagens era a referência mais ou menos direta, quase sempre distorcida por crenças locais, a São Nicolau, personagem historicamente nebuloso que viveu entre os séculos 3 e 4 da era cristã e que gozou da fama de ser, além de milagreiro, especialmente generoso com os pobres e as crianças. É impreciso o momento em que o costume de presentear as crianças no dia de São Nicolau, 6 de dezembro, foi transferido para o Natal na maior parte dos países europeus, embora a data primitiva ainda seja observada por parte da população na Holanda e na Bélgica. Nascia assim o personagem do Père Noël (como o velhinho é chamado na França) ou Pai Natal (em Portugal) – o Brasil, como se vê, optou por uma tradução pela metade.

(Sérgio Rodrigues. Em: https://veja.abril.com.br. Adaptado)

1 sincretismo: combinação

2 naco: parte, pedaço

Assinale a alternativa em que as palavras estão grafadas segundo o novo acordo ortográfico.

A Papai Noel é um generoso velhinho cujo voo pelo céu na noite de Natal povoa a imaginação de muitas pessoas.

B Quando se fala em Papai Noel, a idéia que muitas pessoas têm dele é a de um velhinho de barbas brancas.

C A fórma como as pessoas imaginam Papai Noel é um velhinho simpático de longas barbas brancas e sorridente.

D Ao redor do mundo, as pessoas vêem Papai Noel como o velhinho carismático que distribui presentes às crianças.

 

QUESTÃO 5

Ano: 2022 Banca: REIS & REIS Órgão: Prefeitura de Potim – SP Cargo: Professor de Educação Básica I – Educação Infantil

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Marque a alternativa em que o uso do hífen está correto, de acordo com as novas regras ortográficas.

A Auto-escola

B Semi-árido

C Micro-ondas

D Ultra-som

 

QUESTÃO 6

Ano: 2022 Banca: FAUEL Órgão: Prefeitura de Apucarana – PR Cargo: Assistente Social

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Considere atentamente a crônica a seguir, escrita por Rachel de Queiroz, para responder a próxima questão.

“Mais um filme italiano que conquista o coração da plateia brasileira, esse despretensioso e lírico ‘Viver em paz’. A história da aldeia humilde, agasalhada num pico de morro, sem eletricidade, sem progresso, sem automóveis, que só pedia aos outros o direito de continuar vivendo na sua calma secular e na sua secular pobreza. Viver em paz: talvez seja esse o mais belo título que possa hoje ocorrer a quem batiza uma obra de arte. No meio da guerra, do medo e da miséria, viver em paz. No meio da discórdia, do desentendimento e da fraude, viver em paz. Outras idades sonharam glória, técnica e riqueza; conforto, poder, ciência. Mas a nossa idade apenas sonha com paz. Dentro dos apartamentos minúsculos da grande cidade, o direito de acordar cedo, tomar sua condução, procurar o seu trabalho e dar conta dele, e ao fim do dia voltar sossegadamente para casa, a fim de comer e repousar: isso é paz. No campo, plantar sua raiz de mandioca, colhê-la, transformá-la em farinha; ver nascer o cordeiro, e depois vê- -lo crescer, curá-lo de doenças, tosquiá-lo da sua lã e vender essa lã; possuir alguns palmos de terra a que chame sua, e a ela escravizar-se, ou deixá-la folgar e folgar com a terra, não lhe pedindo mais que o abrigo e a água: e assim viver em paz. Direito de nascer, direito de ser menino, de ficar homem, e amar e gerar filhos, direito de morrer no meio dos filhos e netos, com os cabelos brancos e a pele engelhada, aceitando o fim, porque é chegada realmente a hora do fim; morrer na obscuridade e na pobreza ― mas morrer como viveu: em paz. Este o sonho do mundo de hoje. Dão-lhe tudo: máquinas como nunca houve, progresso jamais sonhado, oportunidades de glória que fariam empalidecer de inveja qualquer herói de Homero; riqueza, poder, mulheres, lutas políticas, ciência, arte, tudo está ao seu alcance, é só estender a mão. Porém os moços não pensam mais em glória nem em heroísmos; o que desejam é fugir do sangue derramado, o que querem é dar um princípio e um fim humanos a suas vidas mutiladas”.

(Viver em paz, por Rachel de Queiroz, com adaptações).

Com base nas normas previstas pelos Novo Acordo Ortográfico, o termo “plateia”, conforme aparece no texto, está grafado:

A adequadamente, uma vez que não deve mais trazer acento agudo.

B com erro ortográfico, pois deveria trazer necessariamente acento circunflexo.

C corretamente, mas poderia alternativamente estar grafado com acento agudo.

D de modo equivocado, o que revela que se trata de um texto antigo.

E incorretamente, pois o uso da letra “i” tornou-se desde então desnecessário.

 

QUESTÃO 7

Ano: 2022 Banca: IBADE Órgão: Prefeitura de Sooretama – ES Cargo: Professor MAE-II – Ensino Fundamental – Língua Portuguesa

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Quanto ao emprego do hífen, assinale a alternativa em que todas as palavras estão grafadas corretamente, conforme o último acordo ortográfico.

COMBO CNU - 2024 COM 8 APOSTILAS POR APENAS R$ 29,90 - SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA CNU - 2024 BLOCO 8 INTERMEDIÁRIO. SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA CNU - 2024 - Conhecimentos Gerais Blocos 1 ao 7 -SAIA NA FRENTE!!

COMBO CARREIRA BANCÁRIA COM 9 APOSTILAS POR APENAS R$ 28,90 CLIQUE AQUI !!

COMBO 8 APOSTILAS DE LÍNGUA PORTUGUESA POR APENAS r$28,90 APROVEITE!!

COMBO INSS COM 8 APOSTILAS POR APENAS R$26,90. COMECE A SE PREPARAR!!!

 

 

A mini-reforma/contracheque/micro-organismo/sub-reino.

B anti-social /anteprojeto/pré-fabricado/inter-racial.

C semi-analfabeto/pré-determinar/arquinimigo/recém-formado.

D autossustentável/sub-humano/subsecretário/pan-americano.

E para-quedas/contrassenso/sub-região/ar-condicionado.

 

QUESTÃO 8

Ano: 2022 Banca: Instituto Access Órgão: Câmara de Rio Acima – MG Cargo: Agente Administrativo

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Texto

Terra tem asteroide de 1,2 km

que a segue em sua órbita

Graças a dados do telescópio Soar, observatório do qual o Brasil é sócio majoritário no Chile, pesquisadores confirmaram que a Terra tem um asteroide de 1,2 km de diâmetro que acompanha o planeta em sua órbita ao redor do Sol.

Muito tem sido dito sobre os pontos de libração (ou lagrangianos) de um sistema como o Terra-Sol, agora que o Telescópio Espacial James Webb se instalou em um deles, o L2, localizado a 1,5 milhão de km da Terra, acompanhando o planeta em seu passeio pelo carrossel solar. Mas outros dois pontos do mesmo tipo, L4 e L5, ficam exatamente na órbita terrestre, a 60 graus do planeta, um adiante e outro atrás.

Eles servem, assim como os demais, como uma espécie de estacionamento natural, em que a gravidade dos dois astros (Sol e Terra, no caso) se contrabalança para estabilizar objetos ali localizados. Vale para naves, como o Webb, e também para asteroides, que, quando param por lá, são chamados de troianos.

O termo foi originalmente usado para descrever os pedregulhos que ficam nos pontos L4 e L5 do sistema Júpiter-Sol, acompanhando o planeta gigante em sua órbita. Mas em tese qualquer mundo com massa suficiente pode tê-los. Com efeito, há troianos associados a todos os gigantes gasosos e a quase todos os rochosos (só Mercúrio não teve ao menos um objeto desse tipo descoberto).

O primeiro troiano terrestre a ser achado foi o 2010 TK7, detectado, adivinhe só, em 2010. O segundo, esmiuçado agora, pintou uma década depois, quando o telescópio Pan-Starrs1, no Havaí, descobriu o 2020 XL5. Mas, por ocasião de sua descoberta, era possível que fosse apenas um asteroide de passagem, não um troiano.

Contudo, uma busca nas imagens de arquivo da DECam, câmera do projeto Dark Energy Survey, revelou a posição do objeto em vários momentos entre 2012 e 2019. Somando-a às novas observações, foi possível determinar a órbita e constatar que de fato ele acompanha a Terra – e assim o fará por pelo menos mais uns 4.000 anos, até ser perturbado gravitacionalmente e pegar outro caminho.

Os dados do Soar em particular permitiram estimar o tamanho e a composição do 2020 XL5. Trata-se de um asteroide tipo C, rico em carbono, e seu diâmetro é dos grandões. Com 1,2 km, ele tem o triplo do tamanho do 2010 TK7. Ambos estão localizados no L4, um ponto lagrangiano que viaja à frente da Terra em sua órbita. No L5, que vem na esteira do trajeto do planeta em torno do Sol, ainda não encontraram nada.

O resultado foi publicado no periódico Nature Communications e pode ser só mais um em uma lista: é bem possível que a Terra tenha outros troianos esperando para ser descobertos. Marte, apesar de muito menor, tem pelo menos nove (e possivelmente 14, se contarmos os objetos ainda não listados oficialmente como troianos). Facilita, nesse caso, estar perto de um grande repositório, o cinturão de asteroides.

(Salvador Nogueira. https://www1.folha.uol.com.br

/blogs/mensageirosideral/2022/02/terra-tem-asteroide-de-

12-km-que-a-segue-em-sua-orbita.shtml. Fevereiro de 2022)

Com o Acordo Ortográfico, a palavra “asteroide” deixou de levar acento para marcar os ditongos abertos ÉU, ÉI e ÓI.

Nesse cenário, assinale a opção que apresente a palavra grafada incorretamente seguindo a nova regra.

A herói

B assembleia

C ideia

D heróico

 

QUESTÃO 9

Ano: 2022 Banca: IBFC Órgão: DETRAN-AM Cargo: Psicólogo com Especialização em Trânsito

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Depois de caminhar por alguns metros, Edgar Wilson percebe ao longe a carcaça de um animal. Segue pela estrada de terra batida, que fica deserta a maior parte do tempo e é usada como atalho pelos motoristas que conhecem bem as imediações. Edgard fora atraído para esse trecho por causa de uma revoada de abutres. Assim como a podridão os atrai, os que se alimentam dela atraem Edgard. Tanto as aves carniceiras quanto ele se valem dos próprios sentidos para encontrar os mortos, e ambas as espécies sobrevivem desses restos não reclamados.

Todo nascimento é também um pouco de morte. Edgar já viu algumas criaturas nascerem mortas, outras, morrerem horas depois. Sua consciência sobre o fim de todas as coisas tornou-se aguçada desde que abatia o gado e principalmente agora, ao recolher todas as espécies em qualquer parte. Assim como não teme o pôr do sol, Edgar Wilson entende que não deve temer a morte. Ambos ocorrem involuntariamente num fluxo contínuo. De certa forma, o inevitável lhe agrada. Sentir-se passível de morrer fortalece suas decisões. Não importa o que faça, seja o bem, seja o mal, ele deixará de existir.

Distrai-se dos voos dos abutres e caminha mais alguns metros em outra direção, para a caveira de uma vaca atirada no meio da estrada. Nota que não foi atropelada. Os ossos estão intactos, nenhum sinal de fratura. O couro foi levemente oxidado, consumido pela exposição climática. Não há sinal de vermes necrófagos ou pequenos insetos a devorá-la. Edgar Wilson inclina ainda mais o corpo ao perceber uma colmeia presa às costelas da vaca. Apanha um galho de árvore caído no chão e cutuca a colmeia, mesmo sabendo que é perigoso. Nada acontece. Cutuca-a com mais força e a colmeia se parte. Não há abelhas. Percebe algo pastoso e brilhante. Leva a mão até a colmeia e arranca um favo de mel. Cheira-o. Toca a ponta da língua. Diferente do que imaginou, não está podre. Come um pouco do mel. Agradam-lhe as pequenas explosões do favo rompendo em sua boca, algumas lascas muito finas que se prendem entre os molares superiores. Lambe o excesso de mel nos dedos e os limpa no macacão.

(MAIA, Ana Paula. Enterre seus mortos. São Paulo: Companhia das Letras, 2018, p. 71-72)

Alguns vocábulos deixaram de ser acentuados a partir do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. “Voo” e “colmeia” ilustram essa afirmação. Dentre as palavras abaixo, assinale a alternativa que apresenta a única que ainda deve receber acento gráfico.

A leem.

B jiboia.

C feiura.

D herói.

 

QUESTÃO 10

Ano: 2022 Banca: IBFC Órgão: EBSERH Cargo: Técnico em Contabilidade

Disciplina: Português Assunto: Novo Acordo Ortográfico

Texto I

O conto do vigário (Joseli Dias)

Um conto de réis. Foi esta quantia, enorme para a época, que o velho pároco de Cantanzal perdeu para Pedro Lulu, boa vida cuja única ocupação, além de levar à perdição as mocinhas do lugar, era tocar viola para garantir, de uma casa em outra, o almoço de todos os dias. Nenhum vendeiro, por maior esforço de memória que fizesse, lembraria o dia em que Pedro Lulu tirou do bolso uma nota qualquer para comprar alguma coisa. Sempre vinha com uma conversa maneira, uma lábia enroladora e no final terminava por comprar o que queria, deixando fiado e desaparecendo por vários meses, até achar que o dono do boteco tinha esquecido a dívida, para fazer uma nova por cima.

A vida de Pedro Lulu era relativamente boa. Tocava nas festas, ganhava roupas usadas dos amigos e juras de amor de moças solteironas de Cantanzal. A vida mansa, no entanto, terminou quando o Padre Bastião chegou por ali. Homem sisudo, pregava o trabalho como meio único para progredir na vida. Ele mesmo dava exemplo, pegando no batente de manhã cedo, preparando massa de cimento e assentando tijolos da igreja em construção. Quando deu com Pedro Lulu, que só queria sombra e água fresca, iniciou uma verdadeira campanha contra ele. Nos sermões, pregava o trabalho árduo. Pedro Lulu era o exemplo mais formidável que dava aos fiéis. “Não tem família, não tem dinheiro, veste o que lhe dão, vive a cantar e a mendigar comida na mesa alheia”, pregava o padre, diante do rebanho.

Aos poucos Pedro Lulu foi perdendo amizades valiosas, os almoços oferecidos foram escasseando e até mesmo nas rodas de cantoria era olhado de lado por alguns.

“Isso tem que acabar”, disse consigo.

Naquele dia foi até a igreja e prostou-se diante do confessionário. Fingindo ser outra pessoa, pediu ao padre o mais absoluto segredo do que iria contar, porque havia prometido a um amigo que não faria o mesmo diante das maiores dificuldades, mas que vê-lo em tamanha necessidade, tinha resolvido confessar-se passando o segredo adiante.

O Padre, cujo único defeito era interessar-se pela vida alheia, ficou todo ouvidos. E foi assim que a misteriosa figura contou que Pedro Lulu era, na verdade, riquíssimo, mas que por uma aposta que fez, não podia usufruir de seus bens na capital, que somavam milhares de contos de réis. […]

O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa alterou a acentuação de algumas palavras. No entanto, “réis” (1º§) conserva o acento que recebia em função de seu ditongo aberto. Dentre as palavras abaixo, assinale a que apresenta, INDEVIDAMENTE, o acento gráfico.

A herói.

B céu.

C dói.

D véu.

E jibóia.

 

LINK para o conteúdo teórico AQUI!!

RESPOSTAS DAS QUESTÕES

RESPOSTA DA QUESTÃO 1 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 2 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 3 LETRA B

RESPOSTA DA QUESTÃO 4 LETRA A

RESPOSTA DA QUESTÃO 5 LETRA C

RESPOSTA DA QUESTÃO 6 LETRA A

RESPOSTA DA QUESTÃO 7 LETRA D

RESPOSTA DA QUESTÃO 8 LETRA D

RESPOSTA DA QUESTÃO 9 LETRA D

RESPOSTA DA QUESTÃO 10 LETRA E

COMBO CNU - 2024 COM 8 APOSTILAS POR APENAS R$ 29,90 - SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA CNU - 2024 BLOCO 8 INTERMEDIÁRIO. SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA CNU - 2024 - Conhecimentos Gerais Blocos 1 ao 7 -SAIA NA FRENTE!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *