Menu fechado

Serviços Públicos; conceito, classificação, regulamentação e controle; forma, meios e requisitos; delegação: concessão, permissão, autorização – Parte 2

APOSTILA PARA DEPASA-AC 2019

APOSTILA PARA TJ-AM 2019

APOSTILA PARA MP-SP 2019

APOSTILA PARA PREF. S.J.R.PRETO-SP 2019

APOSTILA PARA PREF.GUARULHOS-SP 2019

SAIBA POR QUE INDICO AS APOSTILAS OPÇÃO

Regulamentação e Controle

A regulamentação e o controle do serviço público são feitos sempre pelo Poder Público, em qualquer hipótese, mesmo quando o serviço é delegado por concessão, permissão ou autorização, pois nestas situações o Estado mantêm sua titularidade e se houver algum problema durante a prestação, ele poderá intervir para regularizar o seu funcionamento, fundamentado na preservação do interesse público, eis que os serviços são da coletividade como um todo, prestados em seu benefício.

Formas, meios e requisitos

 

Formas de Prestação do serviço público:

As formas de prestação do serviço público podem ser:

Direta ou centralizada

Indireta ou descentralizadas

DIRETA OU CENTRALIZADA: Na Administração Pública Direta é exercida pelo próprio governo (todas as esferas) através de seus órgãos.

INDIRETA OU DESCENTRALIZADA: É o Governo atuando de forma indireta na prestação do serviço público. Ele transfere a responsabilidade da execução do serviço para outras entidades através de delegação.

 

Meios de prestação do serviço público:

 

Direto ou centralizado

Diretamente pelos órgão públicos nas esferas Federal (União), estadual e municipal.

Os serviços de competência da União está previsto na Constituição Federal

Os serviços municipais são os de interesse local

O restante dos serviços são prestados pelo Estado, ou seja, ele tem competência residual, isto é, todos os serviços que não forem da competência da União e dos Municípios serão da obrigação do Estado.

Indireto ou descentralizados

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

10 ERROS COMUNS QUE OS CONCURSEIROS DEVEM EVITAR

Transfere a execução dos serviços públicos, por outorga ou por delegação, às autarquias, entidades paraestatais ou empresas privadas.

Há outorga quando transfere a titularidade do serviço (entidades criadas para este fim) como Autarquias, Empresas Públicas ou sociedade de economia mista, continuando o controle pelo Estado.

Ex.: Telebras

Há delegação quando se transfere apenas a execução dos serviços, o que ocorre na concessão, permissão e autorização. Mais abaixo explico mais detalhadamente sobre delegação.

 

Requisitos (princípios) para prestação de serviço público

 

Toda prestação de serviço público deve ser feita de modo adequado. Pela lei, para um serviço ser considerado adequado ele deve ter:

REGULARIDADE: Ter um padrão de qualidade

CONTINUIDADE/ PERMANÊNCIA: Prestar regularmente o serviço, sem nunca faltar, ou seja, sem interrupção

EFICIÊNCIA: Prestar o serviço de forma eficiência na qualidade de forma de evitar desperdícios.

SEGURANÇA: Ofertar o serviço de modo seguro, sem qualquer perigo ao usuário.

ATUALIDADE: Utilizar técnicas, equipamentos e instalações modernas.

GENERALIDADE: Atendimento sem discriminação para todos que necessitam do serviço.

CORTESIA

MODICIDADE DAS TARIFAS: A tarifa deve ter um valor razoável.

 

Delegação: concessão, permissão, autorização

CONTINUA NA PARTE 3

          

Se gostou do artigo faça um comentário e se inscreva no site para receber todas as atualizações

Dica: Para você que não está encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

CONFIRA AQUI AS MELHORES APOSTILAS DO MERCADO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *