Menu fechado

Confronto entre o mundo europeu e as populações autóctones

APOSTILAS OPÇÃO - O CONTEÚDO CERTO PARA SUA APROVAÇÃO

CONCURSO PC-DF 2020 SAIU O EDITAL!

APOSTILA PARA AGEPEN- RR - 2020 SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA PARA DEPEN 2020

APOSTILA PARA AGENTE DE POLÍCIA PC-DF 2020

APOSTILA PREPARATÓRIA BANCO DO BRASIL

Povos autóctones são populações que viviam em uma área geográfica antes da sua colonização por outro povo e/ ou que mesmo após a colonização não se identificam com o povo que os coloniza. Também são conhecidos como, aborígenes, indígenas e nativos.

Durante a expansão marítima diversos novos continentes foram descobertos e explorados pelos povos mais “civilizados”, os Europeus são responsáveis por várias colonizações e para tanto muitos confrontos com indígenas.

 

Portugueses x Indígenas no Brasil

 

O primeiro contato entre os índios e portugueses foi amistoso

Não durou muito devido a ganância dos portugueses e a fé católica

Usaram os índios para extração do pau-brasil (davam objetos)

Escravizaram índios alegando que eram preguiçosos e selvagens

 

Resistência indígena:

 

Resistiram a escravidão atacando núcleos de povoamentos

No século XVI os tupinambás se uniram na confederação dos tamoios, aliada dos franceses e entraram em guerra contra os portugueses. Os nativos foram derrotados após dez anos.

No século XVII quando os portugueses foram conquistar o interior houve novos confrontos.

Durante a colonização, a igreja católica tentou converter os indígenas ao cristianismo.

Aparentemente a intenção dos jesuítas  era proteger os nativos e assim desrespeitaram a cultura indígena contribuindo para a desagregação de muitos grupos indígenas.

Muitos nativos com o contato com o europeu contraíram doenças.

Ano a ano a população indígena foi diminuindo, resultado da violência dos colonizadores, das epidemias e do trabalho forçado.

 

APOSTILAS OPÇÃO - O CONTEÚDO CERTO PARA SUA APROVAÇÃO

CONCURSO PC-DF 2020 SAIU O EDITAL!

APOSTILA PARA AGEPEN- RR - 2020 SAIA NA FRENTE!!

APOSTILA PARA DEPEN 2020

APOSTILA PARA AGENTE DE POLÍCIA PC-DF 2020

APOSTILA PREPARATÓRIA BANCO DO BRASIL

Portugueses x africanos

 

No século XVI a África era habitada por diferentes etnias ou nações.

As populações autóctones da África também escravizavam por motivos de roubos, adultérios, endividamento e etc., mas era mais comum escravizar os inimigos vencidos na guerra.

A escravidão aumentou no século XV pelos portugueses que vendiam os africanos para os europeus.

Diferente da escravidão praticada na África, os portugueses visavam o lucro que compravam a preço baixo e vendiam a preço alto.

A partir do século XVI escravizaram milhões de africanos levados para a América para trabalhar na agricultura.

Este tráfico aumentou os conflitos entre os povos africanos que usavam a guerra para vender prisioneiros para os traficantes europeus.

No Brasil os cativos trabalhavam em longas jornadas, eram mal alimentados e recebiam castigos físicos, mas apesar disso, eles resistiam diminuindo o ritmo de trabalho, destruindo máquinas e incendiando plantações. Neste período eles montaram quilombos, espaços que tentavam reconstruir o ambiente igual antes de serem capturados. No século XIX teve varias rebeliões. A resistência se deu na tentativa de manter os costumes de sua região de origem.

 

Espanhóis na América

 

A ideia da expansão da fé católica por meio da conversão dos indígenas foi utilizada como justificativa para a exploração da América.

A colonização começou com a conquista das Ilhas do Caribe, em fim do século e início do século XVI. As populações autóctones foram dizimadas. No México, os astecas foram massacrados em 1519. No Peru, a conquista e a destruição do império Inca iniciaram-se em 1532.

Através da força e superioridade técnica militar (uso de armas de fogo e cavalos, desconhecidos na América até então) e até habilidade política, ao fazer alianças, jogando povos indígenas uns contra os outros. As doenças europeias, desconhecidas dos nativos e para os quais seu organismo não possuía resistências, também foram responsáveis pelo extermínio de grande número deles (História para o ensino médio –vicentino e Dorigo)

Durante a conquista da América pelos espanhóis as populações autóctones tinham a grande vantagem de conhecer as áreas que viviam, ao contrario dos espanhóis, que ainda estavam tentando se adaptar ao novo ambiente e aos costumes locais. Os efeitos do calor e da altitude contribuíram para a dificuldade de adaptação desses estrangeiros. (jornadas.hist – Vaz, Panazzo)

E os Maias? Caso você esteja se perguntando, eles sumiram antes dos espanhóis chegarem na América.

ESTUDANDO PARA O IFES? VEJA TAMBÉM!

Os povos nativos da América;

O mundo africano e a construção do espaço negro nas Américas;

IFES – Conteúdo programático 2019

Dicas importantes:

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba porque recomendo!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba por que recomendo! 

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *