Menu fechado

Tag: período simples

Período simples e composto

Período simples e composto

Período é um enunciado formado por uma ou mais orações. Relembrando que oração é uma frase que possui verbo. Frase é qualquer enunciado com sentido completo, ou seja, tem significado. O período com uma única oração é chamado de período simples ou absoluto, já com mais de uma oração é chamado de período composto.

Período Simples apresenta apenas uma oração, a qual é chamada de oração absoluta. Enunciado de sentido completo, que contém apenas uma ação verbal.

Nunca mais encontrei  aquele livro.

Morfossintaxe – Período simples e Período composto – Parte 3

Morfossintaxe – Exercícios

1. Na oração: “Foram chamados às pressas todos os vaqueiros da fazenda vizinha”, o núcleo do sujeito é:a) todos;

b) fazenda;

c) vizinha;

d) vaqueiros;

e) pressas.

 

2. Assinale a alternativa em que o sujeito está incorretamente classificado:

a) chegaram, de manhã, o mensageiro e o guia (sujeito composto);

b) fala-se muito neste assunto (sujeito indeterminado);

c) vai fazer frio à noite (sujeito inexistente);

d) haverá oportunidade para todos (sujeito inexistente);

e) não existem flores no vaso (sujeito inexistente).

 

3. Em “Éramos três velhos amigos, na praia quase deserta”, o sujeito desta oração é:

a) subentendido;

b) claro, composto e determinado;

c) indeterminado;

d) inexistente;

e) claro, simples e determinado.

Morfossintaxe – Período simples e Período composto – Parte 2

Orações Coordenadas Sindéticas Aditivas: e, nem, não só… mas também, não só… como, assim… como.

– Não só cantei como também dancei.

– Nem comprei o protetor solar, nem fui à praia.

– Comprei o protetor solar e fui à praia.

Orações Coordenadas Sindéticas Adversativas: mas, contudo, todavia, entretanto, porém, no entanto, ainda, assim, senão.

– Fiquei muito cansada, contudo me diverti bastante.

– Ainda que a noite acabasse, nós continuaríamos dançando.

– Não comprei o protetor solar, mas mesmo assim fui à praia.

Orações Coordenadas Sindéticas Alternativas: ou… ou; ora…ora; quer…quer; seja…seja.

– Ou uso o protetor solar, ou uso o óleo bronzeador.

– Ora sei que carreira seguir, ora penso em várias carreiras diferentes.

– Quer eu durma quer eu fique acordado, ficarei no quarto.

Orações Coordenadas Sindéticas Conclusivas: logo, portanto, por fim, por conseguinte, consequentemente.

– Passei no vestibular, portanto irei comemorar.

– Conclui o meu projeto, logo posso descansar.

– Tomou muito sol, consequentemente ficou adoentada.

Orações Coordenadas Sindéticas Explicativas: isto é, ou seja, a saber, na verdade, pois.

– Só passei na prova porque me esforcei por muito tempo.

– Só fiquei triste por você não ter viajado comigo.

– Não fui à praia pois queria descansar durante o Domingo.

Classificação das orações subordinadas: substantivas (subjetivas, objetivas diretas, objetivas indiretas, completivas nominais, predicativas, apositivas e agentes da passiva); adjetivas (restritivas e explicativas); adverbiais (causais, comparativas, concessivas, condicionais, conformativas, consecutivas, finais, proporcionais e temporais).

Orações Subordinadas Substantivas

São orações que exercem a mesma função que um substantivo, na estrutura sintática da frase.

Exemplo 1:

– A menina quis um sorvete. (período simples)

A menina = sujeito;

Quis = verbo transitivo direto;

Um sorvete = objeto direto;

Temos duas posições na frase anterior em que podemos usar um substantivo: o sujeito (menina) e o objeto direto (sorvete). Nessas mesmas posições podem aparecer, em um período composto, orações subordinadas substantivas.

Dependendo de onde elas apareçam e da função

Morfossintaxe – Período simples e Período composto

Morfossintaxe – Período simples e Período composto

Período é um enunciado formado por uma ou mais orações. Relembrando que oração é uma frase que possui verbo. Frase é qualquer enunciado com sentido completo, ou seja, tem significado. O período com uma única oração é chamado de período simples ou absoluto, já com mais de uma oração é chamado de período composto.

Observação contar o número de verbos para descobrir se o período simples ou composto.

Exemplos:

– Nunca mais encontrei  aquele livro. (período simples)

– Quero que você me empreste seu livro. (período composto)

– Tome cuidado com os carros! (período simples)

– Eu peço que você tome cuidado com os carros. (período composto)

– Os animais precisam chamar a matilha para caça. (período simples)

– Maria entrou em casa depois da hora combinada, levou bronca do pai e trancou-se em seu quarto. (período composto)

Para que servem o período simples e o período composto?

Ao escrever um texto de forma mais direta e reduzida, para atingir um público amplo usa-se períodos simples ou períodos compostos por coordenação. Quando o texto é complexo e pretende-se atingir um