Menu fechado

Os povos nativos da América Parte 4

Incas

 

Machu Picchu

 

Eram chefiados por um imperador que além de chefe militar era considerado um deus na terra, “o filho do sol”. O auge desta civilização ocorreu nos séculos XI e XVI, entre 1438 até a chegada dos espanhóis em 1531. Cuzco era a capital do império e além dela tinha outra cidade importante chamada de Machu Picchu, que hoje é muito visitada e que mostra a grandiosidade do Império Inca.

O império era composto de aproximadamente seis milhões de pessoas onde predominava a servidão coletiva e uma sociedade fortemente hierarquizada. As terras eram propriedades do imperador.

Tropas espanholas sobre o comando de Francisco Pizarro tentaram conquistar o império. A resistência Inca durou 40 anos  até a morte de seu último imperador, Túpac Amaru, em 1572, quando em definitivo os espanhóis puseram fim à independência dos Incas.

Os incas viviam nos planaltos andinos, ocupando a região que corresponde ao Equador, à Colômbia, à Venezuela, ao Peru, à Bolívia e ao Chile. Dedicavam-se à agricultura e ao pastoreio e viviam em aldeias.

Política:

Politicamente, eles se organizavam em uma espécie de monarquia teocrática, onde o imperador era uma espécie de semideus, sendo o seu governo vitalício e hereditário.

Abaixo do imperador, que era chamado de o inca, existiam os sacerdotes, os comandantes do exército e os chefes das quatro grandes regiões em que o império se dividia. A capital do seu império ficava em Cuzco (localizada no atual Peru), mas nesse império também existiram outras importantes cidades como Ingapirca e Machu-Picchu.

Em geral, os incas dominavam os povos vizinhos de forma “pacífica” respeitando a língua e a cultura local. Dessa forma, várias nações (por volta de 700 grupos) se associavam a esse grande império, pagando os seus tributos, em troca da proteção que ele poderia oferecer.

Economia:

A economia era predominantemente agrícola, mas também, existia um comércio interno bem desenvolvido, que era baseado no escambo, já que não existia uma moeda. A produção agrícola baseava-se no cultivo de batatas variadas, milho, pimenta, algodão, tomates, amendoim, mandioca e quinoa.

A produção mineradora não era muito intensa, já que o ouro não tinha valor comercial.

Religião:

A religião era politeísta e sua principal divindade era o sol e, por isso, o ouro era utilizado para fazer uma série de adornos usados para cultuar esse deus. Além disso, eles também construíram pirâmides e grandes templos, cravados nas encostas das montanhas.

Cultura:

No campo das artes plásticas, os incas se destacam na produção de esculturas, cerâmica, adornos e tecidos. Nos desenhos que faziam a ornamentação dessas peças eles usavam formas geométricas abstratas, representação de animais altamente estilizados e simbologias que representavam os seus deuses. Na música, eles desenvolveram vários instrumentos de percussão e de sopro.

Ciências:

Apesar de não existir escrita, desenvolveram conhecimentos científicos na astronomia, na matemática, na medicina além de produzirem calendários extremamente precisos.

 

América do Norte (Estados Unidos):

CONTINUA NA PARTE 5

                      

LINKS SUGERIDOS PARA COMPLEMENTAR SEUS ESTUDOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *