Menu fechado

Relações institucionais: Autoridade e Poder, Liderança

PREPARE-SE!! APOSTILA POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL - PRF 2019

APOSTILA E CURSO ONLINE DE OFICIAL ADMINISTRATIVO SEE-SP 2019

APOSTILAS para todos os cargos concurso SED MS 2018

APOSTILAS PARA DETRAN-PA 2019

Relações institucionais: Autoridade e Poder, Liderança.

Autoridade:

É a habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influência pessoal.

Poder:

É a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não o fazer.

Liderança:

É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingira os objetivos como sendo para o bem comum.

Os líderes precisam compreender que as pessoas ao seu redor são os recursos mais importantes.

Fonte: Senhora Segurança

Vamos aprofundar mais sobre cada um.

AUTORIDADE

Constitui atributo fundamental a todos aqueles que, numa organização, são responsabilizados por coordenar os esforços de outras pessoas. Com esse enfoque, a autoridade pode ser conceituada como o direito que legitima a emissão de ordens em nome da organização, obrigando a seu cumprimento todos aqueles que dela fazem parte. Em outras palavras, autoridade é o poder formalizado com respaldo na estrutura legal e definição de responsabilidades organizacionais.

Ao assumir uma função de gestão, o profissional está sendo investido de uma autoridade outorgada pela instituição, por meio da qual exerce o comando e o controle das ações a serem desenvolvidas por seus colaboradores. Trata-se, pois, de uma espécie de “alvará” outorgado a alguém no exercício de um cargo ou função de comando, para exercer o poder de tomar decisões que condicionam o comportamento de outras pessoas.

De forma simplificada, pode-se afirmar que autoridade é a habilidade de levar as pessoas a fazerem de bom grado o que você deseja que seja feito, em decorrência de sua influência pessoal. Por envolver relação entre pessoas, algumas qualidades de caráter devem ser consideradas essenciais para o exercício de autoridade, como, por exemplo: honestidade, confiabilidade, bom exemplo, respeito, comprometimento, ser bom ouvinte etc. Releva observar que essas qualidades são formas de comportamento e, como tal, comportamento é escolha individual.

PODER

Constitui fenômeno inerente à existência do homem e representa, para ele, motivo permanente de preocupação e análise.

As primeiras concepções de registro histórico sobre poder concebem-no como algo mágico, como um dom sobrenatural que daria a alguns privilegiados a capacidade de conduzir as massas, de dirigir destinos.

PREPARE-SE!! APOSTILA POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL - PRF 2019

APOSTILAS PARA DETRAN-PA 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS IDAM 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALEGO 2018

Pesquisas no campo das ciências sociais têm evidenciado, nas últimas décadas, que o poder não existe como objeto isolado, não sendo, portanto, algo passível de ser possuído ou guardado por alguém. O que existe, na verdade, são RELAÇÕES DE PODER, ou seja, só podemos conceber o poder quando duas ou mais pessoas relacionam-se, influenciando-se mutuamente.

Há, na prática, dois tipos de relação: simétrica (quando A influencia B e B influencia A, havendo alternância de poder) e assimétrica (quando só A influencia B, resultante de algum tipo de diferença entre os dois). Essas relações manifestam-se de diversas maneiras, como: persuasão, sugestão, dominação, coibição, orientação e imposição, entre outras.

A capacidade de influenciação de um indivíduo sobre outro fundamenta-se em alguns fatores que constituem as bases de poder, a seguir descritas: especialização (habilidade técnica), legislação (dispositivos legais), informação (posse de ou acesso a), conexão (rede de influência), punição ou recompensa (capacidade de infligir danos físicos, materiais ou psicológicos) e referência (atributos pessoais).

O poder fundamenta o exercício da liderança (influência interpessoal), dando caráter de legitimidade às ações do gestor, e, em forma de função de gestão (autoridade institucional) é-lhe outorgado, dando-lhe, legalmente, o direito de representação e comando sobre os colaboradores.

A prática de relações saudáveis e cada vez mais duradouras deve ser a preocupação constante daqueles que atuam como gestores, por meio da busca de equilíbrio entre a legalidade, asseguradas pela organização, e a legitimidade, que só pode ser conferida pela maneira como se exercita a influência interpessoal existente nas equipes de trabalho.

LIDERANÇA

Constitui um fenômeno relacional, ou seja, um processo que depende da relação estabelecida entre duas ou mais pessoas, e não um atributo de algum indivíduo em particular. Entende-se que, sempre que duas ou mais pessoas reúnem-se com certo propósito, há uma oportunidade de exercitar a liderança. Dessa forma, exercer a influência sobre os outros, que é a verdadeira LIDERANÇA, está disponível para todos, mas exige uma grande doação pessoal.

No contexto organizacional, LIDERANÇA deve ser vista como a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem motivadas, de forma a atingir os objetivos identificados como sendo para o bem comum.

Quando investidos de autoridade formal, é importante que os gestores reflitam sobre a grande responsabilidade (RESPOSTA + HABILIDADE) que assumem ao optarem por ser líderes formais. O grande desafio para o líder é: como envolver as pessoas do “pescoço para cima”, isto é, como receber, de forma ótima, suas ideias, confiança, criatividade e excelência do trabalho, que são, por definição, dons voluntários? Liderar é conseguir que as coisas sejam feitas por meio de pessoas. E sempre haverá duas dimensões em jogo: tarefa e relacionamento. Líderes bem-sucedidos têm a capacidade de construir relacionamentos saudáveis. Isto se deve, em grande parte, ao estilo – maneira encontrada para relacionar-se com outra(s) pessoa(s) – adotado, que se materializa no comportamento mantido em seu dia-a-dia como gestor.

Por fim, além de relacional, a LIDERANÇA também se caracteriza como fenômeno situacional, na medida em que a circunstância (situação) vai determinar o surgimento do líder, na maioria das vezes provocado pela experiência anterior obtida.

Fonte: Pensare Consultoria

E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias.

Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

 

PREPARE-SE!! APOSTILA POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL - PRF 2019

APOSTILAS para todos os cargos concurso SED MS 2018

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS IDAM 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALEGO 2018

APOSTILAS PARA DETRAN-PA 2019

CONFIRA AQUI AS MELHORES APOSTILAS DO MERCADO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *