Menu fechado

Tag: concurso UFBA

Concurso Público UFBA – 2017 – Conteúdo Programático 2

Concurso Público UFBA – 2017 – Conteúdo Programático 2

Página do concurso

Cargo: Assistente em administração

Inscrições:  de 14/08/2017 a 14/09/2017

Data da prova:29/10/2017

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO UFBA 2017

NÍVEL INTERMEDIÁRIO CLASSE D

Português:

  1. Compreensão e interpretação de textos
  2. Tipologia e Gêneros Textuais.
  3. Variação Linguística.
  4. O processo de comunicação e as funções da linguagem.
  5. Processos de formação de palavras.
  6. Norma ortográfica. Sugiro estudar também ( emprego das letras e acentuação gráfica)
  7. Morfossintaxe das classes de palavras: substantivo, adjetivo, artigo, pronome, advérbio, preposição, conjunção, interjeição, numerais e os seus respectivos.
  8. Verbo.
  9. Concordância verbal e nominal.
  10. Regência nominal e verbal.
  11. Coesão e Coerência Textuais.
  12. Frase, parágrafo, período e oração.
  13. Sintaxe: relações sintático-semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (período simples e período composto por coordenação e subordinação).
  14. Pontuação.
  15. Significação de palavras e expressões.
  16. Relações de sinonímia e de antonímia.
  17. Divisão e classificação das sílabas.
  18. Fonética e Fonologia: som e fonema, encontros vocálicos e consonantais e dígrafos.

 

 

 

 

 

 

 

Dica: Estarei atualizando este concurso, mas como atualizo vários pode acontecer de demorar para completá-lo até o dia da prova ou caso você prefira estudar em apostilas sugiro dar uma olhada nesta apostila da Opção. Caso queira saber por que indico as Apostilas Opção clique aqui!

Administração Pública:

  1. Administração Pública Federal: Disposições Gerais (Constituição Federal, Título III, Capítulo VII).
  2. Agente Público: função pública, atendimento ao cidadão.
  3. Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais – Direitos, deveres, proibições e responsabilidades. (Lei nº 8.112, de 11/12/1990).
  4. Ética na Administração Pública Federal (Decreto nº 1.171, de 22/06/1994) e sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito (Lei nº. 8.429, de 02/06/1992) e alterações posteriores.
  5. Estatuto e Regimento Geral da UFBA, disponível em https://www.ufba.br/arquivos/estatuto-e-regimento-geral.
  6. Processo Administrativo: normas básicas no âmbito da Administração Federal. (Lei nº 9.784, de 29/01/1999), e alterações posteriores.
  7. Noções de Administração: acadêmica  e  financeira,  de recursos humanos, de material e patrimônio.
  8. Licitação (Lei nº 8.666, de 21/06/1993 e Lei nº 10.520, de 17/07/2002): conceito, finalidades, princípios e objeto; obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade e vedação; modalidades e tipos, revogação e anulação; sanções.
  9. Controle Interno e Controle Externo na Administração Pública: conceito e abrangência.
  10. Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011 e Decreto nº 7.724/2012).

Informática Básica –

(Para todos os cargos, exceto para o cargo de Técnico de Tecnologia da Informação e Técnico de Tecnologia da Informação/Técnico de Infraestrutura):

  1. Conceitos de Internet e intranet.
  2. Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática.
  3. Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações utilizando-se a suíte de escritório Microsoft Office 2013.
  4. Conceitos e modos de utilização de sistemas operacionais Windows 7 e Windows 10.
  5. Noções de ferramentas e aplicativos de navegação e correio eletrônico.
  6. Noções de segurança e proteção: vírus, worms e derivados.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CLASSE D

CÓD. CARGO 201 e 208 Assistente em Administração

Conhecimentos Específicos:

1.Funções Administrativas: planejamento, organização, direção e controle.

2. Comunicação Interpessoal: barreiras, uso construtivo, comunicação formal e informal, trabalho em equipe.

3. Gestão por competências: conceito, políticas e diretrizes para o desenvolvimento de pessoal da Administração Pública Federal (Decreto nº 5.707/2006).

4. Legislação na Administração Pública:

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988;

Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais (Lei nº 8.112, de 11/12/90);

Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal na Administração Pública Federal (Decreto nº 1.171, de 22/06/1994);

Noções de Licitação (Lei nº 8.666, de 21/06/93    e    Lei no. 10.520, de 17/07/2002);

Processo Administrativo no âmbito da Administração Pública Federal (Lei nº 9.784, de 29/01/99).

5. Relações institucionais: Autoridade e Poder, Liderança.

6. Sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito (Lei nº. 8.429 de 02/06/1992).

7. Noções de documentação e arquivologia: Métodos de arquivamento.

8. Noções de Administração pública: acadêmica   e   financeira,    de recursos humanos,   de material e patrimônio.

Relações institucionais: Autoridade e Poder, Liderança

Relações institucionais: Autoridade e Poder, Liderança.

Autoridade:

É a habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influência pessoal.

Poder:

É a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não o fazer.

Liderança:

É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingira os objetivos como sendo para o bem comum.

Gestão por competências: conceito, políticas e diretrizes para o desenvolvimento de pessoal da Administração Pública Federal (Decreto nº 5.707/2006)

Gestão por competências: conceito, políticas e diretrizes para o desenvolvimento de pessoal da Administração Pública Federal (Decreto nº 5.707/2006).

Coloquei primeiro as explicações, mas caso queira ver o Decreto na Íntegra (ele é pequeno) esta no final da postagem.

Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal

Fundamentação legal

  • Decreto nº 5.707, de 23 de fevereiro de 2006 – institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional;
  • Portaria nº 208/MP, de 25 de julho de 2006.

Objetivos

  1. melhoria da eficiência, eficácia e qualidade dos serviços públicos prestados ao cidadão;
  2. desenvolvimento permanente do servidor público;
  3. adequação das competências requeridas dos servidores aos objetivos das instituições, tendo como referência o plano plurianual;
  4. divulgação e gerenciamento das ações de capacitação;
  5. racionalização e efetividade dos gastos com capacitação.

Comunicação Interpessoal: barreiras, uso construtivo, comunicação formal e informal, trabalho em equipe

O QUE VOCÊ VAI ENCONTRAR AQUI:
  • Comunicação interpessoal
  • Conceito
  • Barreiras
  • Uso construtivo
  • Comunicação formal e informal
  • Trabalho de equipe

 

Comunicação Interpessoal: barreiras, uso construtivo, comunicação formal e informal, trabalho em equipe

Comunicação Interpessoal:

 

Conceito: É a comunicação entre duas pessoas, seja na comunicação face a face ou em contextos de grupos, nas quais as partes são tratadas como indivíduos. Cada pessoa, troca informações baseadas em suas experiências de vida.

São descobertas as variáveis internas de cada colaborador, as relações existentes entre as pessoas envolvidas, suas intenções e expectativas, surgindo as regras dos jogos interpessoais. As relações são eminentemente horizontais. E, no nível organizacional estas são eminentemente verticais.

Funções Administrativas: planejamento, organização, direção e controle

Funções Administrativas

Planejamento, Organização, Direção e Controle

(PODC): Planejamento, Organização, Direção e Controle. 

PLANEJAMENTO: É onde o administrador definirá  o que deve fazer para atingir os resultados esperados.

ORGANIZAÇÃO:  É verificar os recursos que tem para realizar o que foi planejado. Define as tarefas, quem vai fazer, omo vai fazer e quais recursos cada um utilizará.

DIREÇÃO: É comandar a execução do que foi planejado e garantir que os os objetivos sejam atingidos.

CONTROLE:  É analisar os resultados para verificar se estão de acordo com o que foi planejado. Acompanha as atividades para ter certeza que estão na direção certa do que foi determinado pelo planejamento.

Para você fixar melhor este conteúdo, fiz uma postagem bem legal com questões comentadas que vale a pena conferir.

Vamos analisar agora as funções administrativas uma a uma:

 

PLANEJAMENTO

É na hora do planejamento que é definido onde que a empresa quer chegar, definindo as ações para atingir a meta da organização.

Existem três tipos de planejamento:

Planejamento Estratégico: Ele atinge toda a organização e onde se analisa o ambiente interno da empresa, verifica as tendências do mercado para fazer seus investimentos.

É no planejamento estratégico que são definidos os objetivos e políticas da empresa.

Planejamento Tático: Ele é limitado do que o planejamento estratégico e é ele que cria as condições para que o que foi definido pelo planejamento estratégico seja realizado. É um planejamento de médio prazo e atinge somente uma parte da organização (departamento).

Planejamento Operacional: É onde é planejado  as tarefas diárias definidas pelo planejamento tático, com a elaboração de cronogramas para cada área, criando métodos específicos de cada atividade.

Saiba mais sobre PLANEJAMENTO

 

ORGANIZAÇÃO

É na organização que você define as estruturas organizacionais e como os recursos humanos e materiais da empresa deve ser distribuídos para que o objetivo da empresa seja atingida.

É nesta função que se define o Organograma da empresa onde fica claro os níveis hierárquicos da empresa e seus departamentos.

 Saiba mais sobre Organização

 

DIREÇÃO

 

Esta função é a que decide tudo na empresa e que pode atingir toda a empresa, apenas um departamento ou mesmo apenas um setor dela.

é uma função de liderança e o ideal é que o profissional que ocupe esta função tenha bom conhecimento de relações humanas, para combinar os esforços de cada integrante da organização em benefício da empresa.

Nesta função é onde se delega autoridade e responsabilidades, onde cada pessoa tem um superior para apresentar resultados.

Saiba mais sobre DIREÇÃO

 

CONTROLE

É analisar os resultados para verificar se estão de acordo com o que foi planejado. Acompanha as atividades para ter certeza que estão na direção certa do que foi determinado pelo planejamento.

É nesta função administrativa que se determina os objetivos e os padrões de desempenho comparando com os dados atuais e com os padrões definidos pela empresa.

Caso esteja fora do que foi definido deve-se corrigir para continuar no caminho para atingir as metas da empresa.

Saiba mais sobre CONTROLE

Pratique resolvendo questões de concursos sobre funções administrativas:  Questões comentadas

Conceitos e modos de utilização do sistema operacional Windows 10

Conceitos e modos de utilização do sistema operacional Windows 10

Sistema operacional Windows 10

O Windows 10 é um sistema operacional da Microsoft e apresenta  uma série de mudanças em relação ao seu predecessor, o Windows 8.1. Entre elas, estão a volta do menu Iniciar, múltiplos ambientes de trabalho, novo navegador (Microsoft Edge), aplicativos renovados (Foto, Vídeo, Música, Loja, Outlook, Office Mobile e até o Prompt de Comando) e da união das múltiplas plataformas (inclusive o app Xbox).

O Windows 10 para residência veio apenas com duas versões: Home e Pro, que incluem: Menu Iniciar personalizável, Windows Defender e firewall do Windows, Inicialização rápida com o Hiberboot e o InstantGo que são recursos que trabalham junto com a hibernação para que o Boot e desligamento do computador se tornem mais rápidos, Suporte para TPM (Trusted Platform Module) é um microchip desenvolvido para fornecer informações básicas relacionadas à segurança, principalmente envolvendo chaves de criptografia. Geralmente, o TPM é instalado na placa-mãe do computador e se comunica com o restante do sistema usando um barramento de hardware, Economia de bateria e Windows Update.

As novidades são:

Menu iniciar:

A maior novidade de todo o sistema operacional, que a Microsoft se viu obrigada a reimplantar após milhares de críticas foi a volta do menu inicial no formato lista. O menu dinâmico que existia no Windows 8 saiu de cena, ou bem, em partes. Ainda é possível “alfinetar” programas e tarefas e montar seu menu inicial com facilidade como no W8, mas com a cara do Windows anteriores (que também permitiam a personalização, mas era mais feio e complicado).

Noções de Administração: de recursos humanos

Noções de Administração de Recursos Humanos

Gestão de recursos humanos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 

É chamado recursos humanos ao conjunto dos empregados ou dos colaboradores de uma organização. Mas o mais frequente deve chamar-se assim à função que ocupa para adquirir, desenvolver, usar e reter os colaboradores da organização.Gestão de recursos humanos tem por finalidade de selecionar, gerir e nortear os colaboradores na direção dos objetivos e metas da empresa.

O objetivo básico que persegue a função de Recursos Humanos (RH) é alinhar as políticas de RH com a estratégia da organização.
A Gestão de pessoas é uma atividade a ser executada por todos os gestores de uma organização, contando com o apoio do setor de recursos humanos, com a finalidade de alcançar um desempenho que possa combinar as necessidades individuais das pessoas com as da organização. Apesar da disseminação em tempos recentes dos cursos de gestão de pessoas, tal prática ainda é confundida com uma atividade restrita ao setor de recursos humanos.

Gestão de pessoas

O principal modelo de gestão de pessoas atualmente é a Gestão por Competências.

Gestão por competências

A gestão por competências tem o objetivo de fornecer à área de recursos humanos e gestores das empresas ferramentas para realizar gestão e desenvolvimento de pessoas, com clareza, foco e critério. Essas ferramentas são alinhadas às atribuições dos cargos e funções de cada organização.

Sub-sistemas da gestão por competências

Mapeamento e mensuração por competências

Através do mapeamento e mensuração por competências são identificados os conhecimentos, habilidades e atitudes necessários para a execução das atividades de um cargo ou função e mensurados os graus ideais para cada grupo de competências que uma pessoa que assuma o cargo ou função deve ter para atingir os objetivos da empresa.

Seleção por competências

Por meio da seleção por competências, são realizadas entrevistas comportamentais, visando identificar se o candidato possui o perfil ideal para a vaga de emprego. Antes devem ser identificadas as competências necessárias para determinada atividade.

Avaliação por competências

Através da avaliação por competências, é verificado se o perfil comportamental e técnico dos colaboradores de uma corporação estão alinhados ao perfil ideal exigido pelos cargos e funções.

Plano de desenvolvimento por competências

Por meio do plano de desenvolvimento por competências, procura-se aperfeiçoar e potencializar o perfil individual de cada empregado através de ações de desenvolvimento.

Serviços mais usuais em recursos humanos

Assessment

É uma metodologia de avaliação que consiste na análise de comportamentos baseada em múltiplos inputs, utilizando múltiplas técnicas, métodos e instrumentos de avaliação, baseados nas competências a avaliar. Tem a participação de vários observadores.

Headhunting

Abordagem confidencial e direta de quadros superiores, com o objetivo de selecionar os profissionais que se destacam no seu setor de atividade, quer pelos seus conhecimentos técnicos quer pela sua experiência.

Ínterim management

Serviço de Recursos Humanos em que se pode ter pessoas disponíveis em poucos dias em oposição aos processos de recrutamento, sempre mais demorados em termos de admissão.

A temporalidade destes projetos permite que especialistas muito experientes estejam disponíveis para projetos cujo conhecimento necessário é inferior aquele que terão de disponibilizar. Há foco total na missão a desempenhar.

Outplacement

O outplacement é uma forma de ajudar os indivíduos a prosseguirem a sua vida profissional e na maior parte dos casos isto significa arranjar uma nova oportunidade profissional.

A empresa prestadora de serviços nesta área pode trabalhar num caso individual ou num grupo de pessoas.

Outsourcing

O ato de terceirizar um serviço não considerado central para o negócio, para que seja executado por uma entidade externa. Tal processo que permite a uma organização não se ater a recursos cujo desempenho não é crítico para a organização, para se empenhar em atividades que constituem fatores críticos de sucesso.

Recrutamento e seleção

Tem por objetivo atrair e selecionar os profissionais mais adequados (nem sempre o melhor é o mais adequado) para o desempenho de uma determinada função. Os processos seletivos podem ser compostos por entrevistas, dinâmicas de grupo e testes psicológicos, entre outros.

Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011 e Decreto nº 7.724/2012)

Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011 e Decreto nº 7.724/2012)

Lei nº 12.527/2011:

Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5o, no inciso II do § 3o do art. 37 e no § 2o do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei no11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências.

A Lei nº 12.527/2011 regulamenta o direito constitucional de obter informações públicas. Essa norma entrou em vigor em 16 de maio de 2012 e criou mecanismos que possibilitam a qualquer pessoa, física ou jurídica, sem necessidade de apresentar motivo, o recebimento de informações públicas dos órgãos e entidades.

Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações utilizando-se a suíte de escritório Microsoft Office 2013

Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações utilizando-se a suíte de escritório Microsoft Office

Microsoft Office 2013

O Microsoft Office é uma suíte de aplicativos para escritório que contém vários programas já conhecidos de outras versões desta suíte. Os mais comuns são o processador de textos (Word), de planilhas eletrônicas (Excel), de apresentações (PowerPoint), de bancos de dados (Access), e o cliente de e-mails (Outlook), dentre outros.

O pacote Microsoft Office 2013 passa a ser oferecido como uma combinação de serviço na nuvem com aplicativos locais. São quatro edições disponíveis: Home Premium, Home & Student, Home & Business e Professional.

O Office 2013 permite que usuários alternem entre vários dispositivos e encontre o mesmo ambiente de trabalho em todos eles. A suíte Office 2013 traz aplicativos para serem baixados na nuvem, com o pagamento de uma assinatura. Na configuração padrão, os documentos podem ser armazenados no SkyDrive, o serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft. Assim, estão disponíveis em qualquer lugar onde haja acesso à internet.

Uma cópia do documento armazenada localmente permite o acesso quando não houver conexão.

O Office teve sua interface refeita para responder melhor a comandos por toque. Ficou mais fácil mover objetos e acionar o zoom com os dedos, como em outros apps para tablets. Trazidos pelas inovações do Windows 8 e pela popularização dos tablets, os recursos de tela sensível, no modo de leitura do Word, o Touch Mode aumenta os botões e permite que o arquivo seja manipulado com gestos sobre a tela. Movimentos dos dedos como a pinça ou o zoom também funcionam em outros aplicativos do pacote. É possível passar páginas de um documento ou transitar em slides de apresentações do PowerPoint, por exemplo.

Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática – Parte 2

Componentes funcionais de computador (Hardware):

 

O Hardware

 

Unidade central de processamento (UCP ou CPU)

A unidade central de processamento ou processador central tem por função executar os programas armazenados na memória principal, buscando cada instrução, interpretando-a e depois a executando. Ela compreende duas grandes subunidades, conhecidas como unidade de controle (UC) e unidade lógica e aritmética (ULA), cujas funções serão mais bem descritas a seguir:

Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática

Conceitos básicos de informática:

A Informática atua em todas as áreas do conhecimento humano. A sua utilização passou a ser um diferencial para pessoas e empresas, visto que, o controle da informação passou a ser algo essencial para se obter maior flexibilidade no mercado. Assim, o profissional, que melhor integrar sua área de atuação com a informática,atingirá, com mais rapidez, os seus objetivos e,conseqüentemente, o seu sucesso.

O que é informática?