Menu fechado

Decreto nº 5.450/2005 e suas alterações Pregão eletrônico

APOSTILAS PARA O CONCURSO SEAP-MG 2018

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALBA 2018

APOSTILAS para todos os cargos concurso SED MS 2018

Decreto nº 5.450/2005 e suas alterações.

Regulamenta o Pregão Eletrônico

Decreto nº 5.450, de 2005 (regulamentação do pregão eletrônico):

Recomendo sendo dar uma olhada direto no Decreto, pois pode ser pedido algo bem específico.

O art. 4º torna obrigatório o pregão (preferencialmente o eletrônico) para a aquisição de bens e serviços comuns para a Administração Pública Federal;

VANTAGENS DO PREGÃO ELETRÔNICO

Economicidade: o pregão eletrônico tem propiciado ganhos relevantes em razão das economias conseguidas com sua utilização. Os fornecedores podem participar mesmo a muitos quilômetros de distância, acarretando diminuição dos custos de participação e uma democratização de acesso aos contratos públicos. Por outro lado, a participação de um maior número de licitantes aumenta a competição e força uma diminuição dos preços praticados;

Transparência, Controle e Publicidade: não há identificação dos licitantes, o que dificulta os conluios e conchavos. Além disso, todos os atos realizados ficam registrados no sistema por meio de atas e termos e são acessíveis a todos os cidadãos. A publicidade e transparência do certame são ampliadas;

Celeridade e Racionalidade: o pregão eletrônico possibilita maior agilidade para a Administração, já que o tempo médio necessário para a conclusão do certame é bem inferior às outras modalidades e até mesmo ao pregão presencial;

Impessoalidade e Isonomia: como o contato entre pregoeiro e licitantes é apenas virtual e os licitantes só são identificados após o encerramento da fase de lances, há menos espaço para decisões baseadas em interferências e direcionamentos, portanto, um maior respeito à isonomia. Há, ainda, democratização da participação, tanto em virtude da grande publicidade como em razão da participação remota; e

Eficiência: alçada à categoria de princípio constitucional, a eficiência encontra-se plenamente atendida pelo procedimento do pregão eletrônico. Os resultados são mais ágeis, os preços conseguidos são mais vantajosos e há uma redução dos custos operacionais, tanto para a Administração como para os licitantes.

 

Pregão, na forma Eletrônica

PRINCÍPIOS DECORRENTES

Não identificação dos licitantes (art. 24, § 5º): – só devem ser identificados após a disputa de lances;

Todos os atos e procedimentos devem ser realizados eletronicamente (publicidade, eficiência e controle);

 

REGRA DE INTERPRETAÇÃO

No  Art. 5º, Parágrafo único. As normas disciplinadoras da licitação serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre os interessados, desde que não comprometam o interesse da Administração, o princípio da isonomia, a finalidade e a segurança da contratação.

 

FASE PREPARATÓRIA

“Art. 9º Na fase preparatória do pregão, na forma eletrônica, será observado o seguinte:

I. Elaboração de TERMO DE REFERÊNCIA pelo órgão requisitante, com indicação do objeto de forma precisa, suficiente e clara, vedadas especificações que, por excessivas, irrelevantes ou desnecessárias, limitem ou frustrem a competição ou sua realização;

II. Aprovação do termo de referência pela autoridade competente;

III. Apresentação de justificativa da necessidade da contratação;

IV. ELABORAÇÃO DO EDITAL, estabelecendo critérios de aceitação das propostas;

V. Definição das exigências de habilitação, das sanções aplicáveis, inclusive no que se refere aos prazos e às condições que, pelas suas particularidades, sejam consideradas relevantes para a celebração e execução do contrato e o atendimento das necessidades da administração; e

VI. Designação do pregoeiro e de sua equipe de apoio.

§1º A autoridade competente motivará os atos especificados nos incisos II e III, indicando os elementos técnicos fundamentais que o apoiam, bem como quanto aos elementos contidos no orçamento estimativo e no cronograma físico-financeiro de desembolso, se for o caso, elaborados pela administração.

§2º O termo de referência é o documento que deverá conter elementos capazes de propiciar avaliação do custo pela administração diante de orçamento detalhado, definição dos métodos, estratégia de suprimento, valor estimado em planilhas de acordo com o preço de mercado, cronograma físico-financeiro, se for o caso, critério de aceitação do objeto, deveres do contratado e do contratante, procedimentos de fiscalização e gerenciamento do contrato, prazo de execução e sanções, de forma clara, concisa e objetiva.

APOSTILAS para todos os cargos concurso SED MS 2018

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALBA 2018

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALEGO 2018

 

Pregão, na forma Eletrônica

FASES

1 – Publicação do Edital.

2 – Encaminhamento de propostas (até a data e hora marcadas no edital para a abertura da seção pública).

3 – Abertura da sessão pública:

3.1 – Classificação das propostas (aceitação);

3.2 – Disputa de lances;

3.3 – Negociação;

3.4 – Julgamento (aceitação do preço e do objeto);

3.5 – Habilitação (SICAF e prazo para encaminhar doc.);

3.6 – Recursal: intenção, razões (3d) e c/razões (3d);

3.7 – Adjudicação;

3.8 – Homologação.

4 – Convocação para assinar contrato (condições de habilitação).

 

Pregão, na forma Eletrônica

REVOGAÇÃO OU ANULAÇÃO DO PREGÃO

(art. 29)

Revogação feita pela autoridade competente:

– razões de interesse público;

-fato superveniente;

Anulação feita pela autoridade competente:

– ilegalidade;

– de ofício ou por provocação;

– ato escrito e fundamentado;

 

Pregão, na forma Eletrônica

LANCES COM VALORES IGUAIS

“Art. 24 no §4º Não serão aceitos dois ou mais lances iguais, prevalecendo aquele que for recebido e registrado primeiro.”

Fonte: ESAF

APOSTILAS para todos os cargos concurso SED MS 2018

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALBA 2018

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS ALEGO 2018

CONFIRA AQUI AS MELHORES APOSTILAS DO MERCADO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *