Menu fechado

Arquivamento e ordenação de documentos de arquivo – Parte 3

APOSTILA PARA GUARDA MUNICIPAL PREF. BELO HORIZONTE 2019

APOSTILA PARA PREFEITURA RIO DE JANEIRO 2019

APOSTILAS PARA DETRAN-SP 2019

2) Ordem geográfica (por local ou procedência) – Sistema Direto

O método geográfico é utilizando quando os documentos são organizados pela procedência ou local, ou seja, quando a instituição opta por classificar os documentos pelo local de origem. No entanto, de acordo com a literatura arquivística, algumas regras devem ser adotadas para a correta utilização do método geográfico:

Na ordenação de documentos por estado ou país, os mesmos devem ser ordenados alfabeticamente, para facilitar a posterior localização. Deve-se observar, contudo, que as cidades referentes a um mesmo estado ou país deverão ser organizadas de forma alfabética, mas mantendo a capital no início, uma vez que esta é, normalmente, a cidade mais procurada e com o maior número de documentos.

Exemplo:

Bahia:

Salvador

Ilhéus

Itabuna

Quando o arquivamento é feito por cidades, sem haver a separação por estado, não há a necessidade de se colocar as capitais no início. A ordenação será simplesmente alfabética, com o detalhe de que, ao final de cada cidade, deve ser identificado o estado correspondente, para o caso de cidades com o mesmo nome.

Exemplo:

Anápolis (Goiás)

Crato (Ceará)

Custódia (Pernambuco)

Vitória (Espírito Santo)

 

3 – Ordem numérica – Sistema indireto

Método numérico simples: Como o próprio nome diz, é aquele em que os documentos são ordenados por número. Na utilização deste método, pode-se optar por três maneiras distintas: numérico simples, cronológico ou dígito-terminal.

O método numérico simples é adotado quando a organização é feita pelo número do documento ou da pasta em que este foi arquivado. É um método muito utilizado na organização de prontuários médicos, pastas de funcionários, processos e filmes.

Método numérico cronológico: Nesse método, além da ordem numérica deve-se observar a data. É um método adotado em quase todas as repartições públicas. Numera-se o documento e não a pasta. Depois de autuado, o documento é colocado em uma capa de cartolina, passando a ser chamado daí em diante de processo. Nesse método, também é possível o reaproveitamento de numeração, desde que seja da mesma data. É o único método de arquivamento que dispensa o uso de pastas miscelânea(*). As vantagens desse método são maior grau de sigilo, menor possibilidade de erros, por ser mais fácil de lidar com números do que com letras. Sua desvantagem é o fato de ser um método indireto, obrigando duplicidade de pesquisa.

(*)Pasta miscelânea é aquela onde se guardam documentos referentes a diversos assuntos ou diversas pessoas em ordem alfabética e dentro de cada grupo, pela ordenação cronológica

Método numérico digito-terminal: No entanto, ao se trabalhar com números maiores, com vários dígitos, o método numérico simples acaba por se tornar muito lento e trabalhoso, tanto na organização quanto na localização do documento.

Neste caso, é indicada a utilização do método digito-terminal, onde a ordenação é feita pelos dois últimos dígitos, o que torna o arquivamento mais rápido e eficiente.

A seguir, temos um exemplo prático da utilização do método dígito-terminal.

14-25-01

78-44-10

22-26-28

Observe que a ordenação foi feita pelos dois últimos dígitos.

Quanto estes são iguais, a ordenação se dará pelos dois dígitos anteriores. O método numérico cronológico é aquele utilizado para organizar os documentos por data. É um método largamente utilizado na organização de fotografias, documentos financeiros e outros em que a data seja o principal elemento na busca da informação.

DICA: Não se esquece de fazer as questões comentadas para fixar melhor o conteúdo

4 – Ordem ideográfico ou temático (por assunto) – Sistema indireto

O método ideográfico é utilizado quando a ordenação dos documentos é feita por assunto. É também um método muito utilizado no dia-a-dia das instituições.

O método ideográfico tem algumas subdivisões que serão detalhadas a seguir:

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS PREFEITURA SALVADOR 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS CELESC 2019

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS 2019

Na organização por assunto, estes podem ser ordenados de forma alfabética ou numérica.

A ordenação alfabética dos assuntos pode ser feita em um único nível (método dicionário) ou em vários níveis hierarquizados (enciclopédico). Observe a seguir a diferença entre os dois métodos.

Suponha que um setor separou seus documentos por assunto, onde foram criadas as seguintes pastas:

– Férias

– Contas a pagar

– Aposentadoria

– Empréstimos bancários

– Licença médicas

– Contas a receber

– Freqüência

– Licença maternidade

– Empréstimos rurais

A ordenação destas pastas de forma alfabética pode se dar em um único nível ou em níveis hierarquizados, de acordo com a conveniência do usuário. Na prática, a ordenação será efetivada da seguinte forma:

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Desempregado não concurseiro

DICA: Não se esquece de fazer as questões comentadas para fixar melhor o conteúdo

Sobre Gestão de documentos:

Classificação de documentos de arquivo.

Protocolo: recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos.

Tabela de temporalidade de documentos de arquivo.

Arquivologia: Conteúdo completo

APOSTILA PARA IFTO 2019

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS CÂMARA PETROLINA 2019

APOSTILA PARA SARGENTO DO EXÉRCITO ESA 2019

APOSTILA PREPARATÓRIA PARA PM-PR

APOSTILA PREPARATÓRIA PARA INSS - TEC. SEGURO SOCIAL

APOSTILAS PARA TODOS OS CARGOS PREF. SOROCABA 2019

CONFIRA AQUI AS MELHORES APOSTILAS DO MERCADO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *