Menu fechado

Categoria: Administração

Aspectos gerais da Administração. Organizações como sistemas abertos

Aspectos gerais da Administração. Organizações como sistemas abertos


Aspecto geral da administração

 

Conceito de Administração

É um processo que integra as funções administrativas como planejamento, organização, direção e controle que usa os recursos para obter um resultado específicos definido pela organização.

É também uma área do conhecimento que através de princípios, normas e funções visam regular os fatores de produção, para atingir os objetivos determinados pela organização e maximizar os lucros.

Caso queira aprofundar sobre as funções administrativas dá uma olhada nesta postagem: Funções Administrativas: planejamento, organização, direção e controle

NOVO!! MAPA MENTAL: Aspectos gerais da Administração. Organizações como sistemas abertos

QUESTÕES DE CONCURSOS: Aspectos gerais da Administração. Organizações como sistemas abertos

Se preferir no vídeo abaixo tem a postagem em vídeo e áudio:

A organização como um sistema aberto:

Com a globalização as empresas estão se preocupando mais com o ambiente externo.

O ambiente externo é IMPREVISÍVEL, tornando as variáveis externas desconhecidas e incontroláveis.

O sistema aberto é a interação da organização com o ambiente, ou seja, cada vez que o ambiente externo muda, a empresa para sobreviver adapta seus produtos, técnicas e estruturas para acompanhar estas mudanças.

Interagem com o meio ambiente, gerando relações de causa e efeito, influenciando e sendo influenciadas pelas diferentes interações com o meio.

Resumindo: O sistema aberto apresenta relações de intercâmbio com ambiente através de entradas (insumos) e saídas (produto) e, para sobreviver, deve reajustar-se às condições do meio.

Quanto mais complexas as organizações, menos previsíveis serão os comportamentos das pessoas, já que as mesmas estão em constante mudança para se adaptarem ao ambiente em que interagem.

A resiliência (capacidade do indivíduo lidar com problemas e adaptar-se a mudanças), que, no contexto das organizações, associa-se ao grau de defesa ou ao grau de vulnerabilidade do sistema diante das pressões ambientais externas.

A organização precisa conciliar dois processos opostos, imprescindíveis a sua sobrevivência que são a Adaptabilidade que é capacidade que um indivíduo tem de se adaptar de acordo com as necessidades, situações e circunstâncias e a Homeostasia que garante a rotina e manutenção do sistema.

Fronteira e limites: linha imaginária que separa o ambiente interno do ambiente externo.

Equifinalidade: Nos sistemas abertos, o mesmo estado final pode ser alcançado partindo de diferentes condições iniciais e por diferentes maneiras, ou seja, vários caminhos para atingir o mesmo objetivo.

Comportamento probabilístico e não determinístico: as organizações são sistemas abertos, são afetadas por mudanças em suas variáveis externas desconhecidas e incontroláveis em seu comportamento.

Interdependência das Partes: a organização é um sistema social com partes independentes, mas inter-relacionadas.

Entropia negativa ou negentropia: Para que uma estrutura organizacional possa ser mantida indefinidamente mantendo sua eficácia organizacional, é necessário que os sistemas abertos detenham o processo entrópico e se reabasteçam de energia, em um processo reativo de obtenção de reservas de energia que recebe o nome de entropia negativa ou negentropia.

 

As características das organizações como sistema aberto são:

Entrada: Ela recebe os insumos do ambiente externo que mantém a empresa em atividade

Transformação: Transforma estes insumos em produtos ou serviços.

Saída: Saída para o ambiente externo (venda)

Feedback: Resposta do ambiente externo que ajudará a avaliar a situação para a tomada de decisões

Resumindo: A empresa como um sistema aberto tira recursos do ambiente, processa-os e devolve-os transformados ao ambiente onde se insere.

NOVO!! MAPA MENTAL: Aspectos gerais da Administração. Organizações como sistemas abertos

QUESTÕES DE CONCURSOS: Aspectos gerais da Administração. Organizações como sistemas abertos

Patrimônio: Conceito, Componentes, Variações e configurações Parte 2

Patrimônio Líquido (PL)

Pode ser definido como o saldo resultante da diferença entre o valor do Ativo e do Passivo de uma empresa.

Exemplo: se uma empresa possuir um Ativo (bens + direitos) no valor de $ 50.000 e um Passivo (obrigações) no valor de $ 30.000, então, tem-se um Patrimônio Líquido de $ 20.000.

ATIVO – PASSIVO = Patrimônio LÍQUIDO

Funções Administrativas: planejamento, organização, direção e controle – Questões comentadas Parte 2

Questão 5: Provas: Quadrix – 2017 – CFO-DF – Técnico em Secretariado

Uma das funções básicas do administrador é o planejamento. Nessa função, o administrador deverá definir os objetivos para alcançar a finalidade da organização, bem como estruturar um plano de ação, isto é, uma estratégia, para atingir seus objetivos.

Errado

Certo

Trabalho em equipe: Personalidade e relacionamento

Trabalho em equipe:

Personalidade e relacionamento.

Em um ambiente corporativo existem diversas personalidades  e deve-se saber lidar com isso, pois senão poderá causar  problemas sérios nas relações interpessoais que podem comprometer o ritmo de trabalho e consequentemente a produtividade da equipe.

A personalidade de uma pessoa pode contribuir ou não em um relacionamento profissional podendo ajudar ou prejudicar o desempenho de uma equipe de trabalho.

O que quero dizer é que cada personalidade tem características direta no foco que a pessoa vai ter no trabalho e quando se relaciona com outros podem se complementar ou não.

Não tem personalidade certa ou errada, pois cada uma tem seus pontos fortes e fracos.

Modelos teóricos de Administração Pública: patrimonialista, burocrático e gerencial

Modelos teóricos de Administração Pública: patrimonialista, burocrático e gerencial

 

As três formas de Administração Pública

No plano administrativo, a administração pública burocrática surgiu no século passado conjuntamente com o Estado liberal, exatamente como uma forma de defender a coisa pública contra o patrimonialismo. Na medida, porém, que o Estado assumia a responsabilidade pela defesa dos direitos sociais e crescia em dimensão, os custos dessa defesa passaram a ser mais altos que os benefícios do controle. Por isso, neste século as práticas burocráticas vêm cedendo lugar a um novo tipo de administração: a administração gerencial.

Planejamento Organizacional: planejamento estratégico, tático e operacional

Planejamento Organizacional: planejamento estratégico, tático e operacional.

A administração é uma atividade executada por pessoas que possibilita alcançar o objetivo de uma organização previamente definido, de forma eficaz com maior eficiência.

O Planejamento é uma função administrativa  e além dele temos a organização, direção e controle (PODC).

 

PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL

Abordagens clássica, burocrática e sistêmica da administração

Abordagens clássica, burocrática e sistêmica da administração.

Todas as teorias administrativas podem ser utilizadas nos dias de hoje.

É muito importante o administrador conhecer todas para usar a melhor para determinadas situações. Quando ocorre novas situações a administração deve adaptar  suas abordagens para que estas teorias possam continuar sendo aplicadas.

Abordagem clássica

Características das organizações formais: tipos de estrutura organizacional, natureza, finalidades e critérios de departamentalização. Parte 2

ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL

A organização funcional é a estrutura organizacional que aplica o princípio funcional ou princípio da especialização das funções. O staff ou assessoria funcional decorre desse princípio, que separa, distingue e especializa. Na antiguidade, o staff era constituído de chefes homéricos que aconselhavam os reis da Grécia e do conselho dos sábios que assessoravam os reis anglo-saxões.