Menu fechado

Planos ou Sistemas de Amortização de Empréstimos e Financiamentos – Parte 2

SAIA NA FRENTE!! APOSTILA PG-DF 2020

CONCURSOS ABERTOS NO BRASIL 2020

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

 

Sistema de Amortização Crescente – SACRE

Este sistema de amortização é utilizado SOMENTE pela Caixa Econômica Federal.
A diferença básica entre este sistema e os outros é o de apresentar o valor da parcela de amortização superior, proporcionando um redução mais rápida do saldo devedor.
Também neste plano a prestação inicial pode comprometer até 30% da renda, enquanto nos outros o comprometimento máximo é 25%.
O valor das prestações é decrescente

Comparativo SAC SACRE TABELA PRICE – TP
Prestações = Amortização + Juros Decrescentes Decrescentes Constantes
Amortizações Constantes Decrescentes Crescentes
Juros Decrescentes Decrescentes Decrescentes
Vantagem Saldo devedor diminui mais rapidamente em relação ao TP Saldo devedor diminui mais rapidamente em relação a TP ou SAC Prestação inicial menor em relação a calculada pelo SAC oi SACRE
Desvantagem Prestação inicial maior Prestação inicial maior Saldo devedor diminui mais lentamente em relação ao SAC ou SACRE

Veja abaixo o comparativo entre os Sistemas Price x Sacre x SAC

Price x Sacre x SAC

Valor  do financiamento R$      100.000,00
Prazo do financiamento ( meses ) 120  meses  
Taxa de juros   ( % ao ano ) 12,00 % a.a.  
Correção monetária   ( % ao mês ) ZERO    
        PRICE S A C SACRE
Renda mensal necessária  R$         5.597,88  R$       7.128,85  R$       6.111,10
1ª prestação Data  R$         1.399,47  R$       1.782,21  R$       1.833,33
Última prestação Data  R$         1.399,47  R$          841,24  R$          792,58
 total pago  R$      167.936,61  R$    162.626,03  R$    159.278,73

 A tabela não saiu direito refaço abaixo:

Renda mensal necessária Price=     R$ 5.597,88    SAC= R$ 7.128,85     SACRE  = R$6.111,10

1ª prestação                                   R$ 1.399,47              R$ 1.782,21                     R$1.833,33

Última prestação                             R$ 1.399,47              R$   841,24                     R$   792,58

Total pago                                  R$ 167.936,61          R$ 162.626,03                  R$ 159.278,73

 

Cálculo pelo SAC

Veja como fica um financiamento de 120 meses pela Tabela SAC para um imóvel com financiamento de R$ 50.000,00

Para este cálculo, foi utilizada uma taxa de juros anual de 12% e uma TR mensal projetada para o período de 0,2149%. Não foi considerado o percentual cobrado pelo seguro.

a) Para saber o valor da 1ª prestação fazemos os seguintes cálculos :

Valor da amortização = Valor Financiado ¸ nº de prestações a pagar

Valor do juro = Valor Financiado X taxa de juros ( compostos ) % ao mês

Valor da 1ª prestação = Valor da amortização + Valor do juro = R$ 891,11
b) O saldo devedor do financiamento é corrigido mensalmente pela TR. Desta forma, você primeiro corrige o saldo devedor, depois diminui a parcela da amortização, e assim, terá o saldo devedor corrigido.

c) a cada  12 meses o cálculo do valor da amortização e juro é refeito considerando como Valor Financiado o Saldo Devedor Corrigido

Cálculo pela Tabela Price

Veja como fica um financiamento de 120 meses pela Tabela Price para um imóvel com financiamento de R$50.000,00.

Para este cálculo, foi utilizada uma taxa de juros anuais de 12% e uma TR mensal projetada para o período de 0,2149%. Não foi considerado o percentual cobrado pelo seguro.

a)Verifique que as prestações são sempre fixas num período de 12 meses, quando são corrigidas sempre pela mesma fórmula:

CONCURSOS ABERTOS NO BRASIL 2020

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

P = SD  i (1 + i)n
 (1 + i)-1

= R$ 699,74

Utilizando nesta fórmula o saldo devedor como valor total do financiamento, você obterá o valor da 1ª parcela. Considere “n”  o período total do financiamento menos o período já pago. Neste exemplo, para a primeira parcela n é igual a 120. Para a 13ª parcela utilize um “n” igual a 108 ( 120 – 12).

b)O saldo devedor do financiamento é corrigido mensalmente pela TR (0,21490%).
Desta forma, você primeiro corrige o saldo devedor, depois diminui a parcela da amortização, e assim, terá o saldo devedor corrigido

Cálculo pelo Sacre

Veja como fica um financiamento de 120 meses pelo Sistema Sacre para um imóvel com financiamento de R$ 50.000,00.

Para este cálculo, foi utilizada uma taxa de juros anuais de 12% e uma TR mensal projetada para o período de 0,2149%. Não foi considerado o percentual cobrado pelo seguro.

a)Verifique que as prestações são sempre fixas num período de 12 meses, quando são corrigidas sempre pela mesma fórmula:

Prestação = saldo devedor x {( 1/n ) + ( taxa juros mês/100)}, exemplificando:

Prestação = 50.000 x { ( 1/120 ) + ( 0,12 / 12 ) } = 916,67

Utilizando fórmula o saldo devedor como valor total do financiamento, você obterá o valor da sua primeira parcela. Considere n como sendo o período total do financiamento menos o período já pago. Neste exemplo, para a primeira parcela n é igual a 120. Para a 13ª parcela utilize um n igual a 108 (120 – 12).

b)O saldo devedor do financiamento é corrigido mensalmente pela TR (0,21490%). Desta forma, você primeiro corrige o saldo devedor, depois diminui a parcela da amortização, e assim, terá o saldo devedor corrigido

c)Cálculo do valor mensal dos juros que você paga:

Valor juros mensal = taxa juros mês x saldo devedor mês x TR

d)Cálculo do valor da amortização do seu financiamento

Valor amortização = prestação – valor juros mês = R$ 916,67
Para finalizar esta análise, falemos um pouco sobre valores residuais.

Muitas vezes, ao terminar o prazo do financiamento contratado, sobra um valor residual a ser pago. Vários contratos firmados até 28/07/93, optaram por ter este valor pago pelo Fundo de Compensação de Variação Salarial (FCVS), responsável pela quitação do saldo devedor, quando houver. Para isto o mutuário contribui mensalmente com cerca de 3% do valor da prestação.

Para contratos firmados após esta data, o valor residual, quando houver, deverá ser pago pelo próprio mutuário, que tem a opção de prorrogar o prazo inicial do financiamento em mais 50%. No nosso exemplo, um financiamento de 120 meses poderia ser dilatado para mais 60 meses para ser quitado. Caso após esses novos 60 meses, ainda haja um saldo residual, o mutuário terá o prazo de 48 horas para efetivar a quitação deste saldo, em uma única parcela, sob pena da execução do contrato e perda do imóvel.

VOLTAR PARTE 1

Para complementar seus estudos sobre cálculos financeiros:

1 Juros simples e compostos: capitalização e descontos.

2 Taxas de juros: nominal, efetiva, equivalentes, proporcionais, real e aparente.

3 Planos ou sistemas de amortização de empréstimos e financiamentos.

4 Cálculo financeiro: custo real efetivo de operações de financiamento, empréstimo e investimento.

Dicas importantes:

 

Sei que é difícil encontrar todos os conteúdos na internet, por isso, para garantir sua aprovação eu recomendo fazer um curso online (Gran Cursos Online) ou adquirir uma apostila (Apostilas Opção).

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba mais!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba mais! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *