Menu fechado

Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões parte 2

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

Inferências:

Inferência é a ação de inferir, ou seja, deduzir algo tirando uma conclusão. É um método que parte de uma ou mais premissas para achar novas proposições. Se a inferência for válida, significa que a nova proposição foi

Inferência: é o processo a partir de uma ou mais premissas se chegar a novas proposições. Quando a inferência é dada como válida, significa que a nova proposição pode ser utilizada em outras inferências.

Partindo de algumas hipóteses podemos inferir uma conclusão.

Silogismo: É fundamental para a inferência. É uma maneira de deduzir que é formada por duas premissas (proposições) e uma conclusão. Você chega a uma conclusão através da dedução de informações contidas nas duas premissas.

Nem todas as inferências oferecem conclusões verdadeiras.

Por exemplo: Podemos afirmar que todos as zebras são animais de quatro patas, mas não se pode inferir que todos os animais de quatro patas são zebras.

Quanto mais características tenha a premissa, maior é a chance de inferir corretamente.

Se perguntarem para você qual é o animal de quatro patas que tem listras, você poderá inferir com uma margem maior de acerto que pode ser uma zebra.

Regras de inferências

Modus Ponens (MP)

Modus Tollens (MT)

1ª premissa: p → q

premissa: p ( premissa é verdadeira)

Conclusão: q

1ª premissa: p → q

2ª premissa: ~q (negando a 2ª premissa)

Conclusão: ~p

Ex.:

Se eu não tiver aula, eu vou ao cinema

Se eu não tiver aula (premissa verdadeira)

Conclusão: logo, eu vou ao cinema

Ex.:

Se eu não tiver aula, eu vou ao cinema

Eu não fui ao cinema (negando a premissa)

Conclusão: logo, eu tive aula

 

Deduções e conclusões

Existem dois processos de raciocínio:

APOSTILA CRM-MS 2020

APOSTILA CÂMARA DE ARACAJU-SE 2020

10 DICAS DE COMO ESTUDAR E APRENDER

10 DICAS PARA PASSAR EM UM CONCURSO PÚBLICO

COMO ESTUDAR COM SONO

 

Dedução

A dedução parte de uma certeza (uma premissa universal) para poder chegar a uma conclusão, ou seja, ela vai do todo a uma parte. Ela parte de algo abrangente para descobrir uma verdade particular. Ele tem mais segurança na conclusão por que usa premissas já aceita pelas pessoas.

Ex.:

Pedro é natural de Belo Horizonte

Belo Horizonte é uma cidade de Minas Gerais

Quem nasce em Minas Gerais é mineiro

Logo, Pedro é mineiro

 

Indução

É o oposto da dedução, pois parte de casos particulares, buscando semelhanças entre eles para se definir uma premissa universal, ou seja, ela vai da parte ao todo.

Ex.: O cão da Maria tem rabo

O cão do João tem rabo

O cão do Pedro tem rabo

Todo cão é um animal

Logo, todo animal tem rabo

 

Conclusão

É uma proposição que tem a resposta final da inferência que foi baseada nas premissas dadas.

Normalmente ela começa com as expressões logo, por isso, portanto….

 

Compreensão de estruturas lógicas

Diagramas lógicos

Princípios da contagem e probabilidade

Dicas importantes:

 

Gran Curso Online: Milhares de videoaulas e PDF. 230 mil questões de concursos e com mais de 650 mil aprovados. Saiba porque recomendo!

 

Apostilas Opção: 26 anos no mercado, produzindo apostilas completas e atualizadas. Saiba por que recomendo! 

6 Comentários

  1. Joao

    Nao encontrei definicoes tao boas como essas em lugar nenhum da internet. Muito obrigado pelo seu “trabalho voluntario” para os pobres concurseiros ao redor do brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *