Menu fechado

Tag: banco do brasil

Banco do Brasil: Papel e atuação

Banco do Brasil S.A. (BB): Papel e atuação Foi a primeira instituição financeira a ser criada no Brasil, Sociedade de economia mista (significa que o banco tem ações negociadas em bolsa de valores) de controle acionário da União e até 1986 representava a maior autoridade monetário do país. Na prática isso significa que apesar de o banco ser de economia mista o Governo Federal é quem manda através do tesouro nacional. No passado o Banco do Brasil auxiliava o Ministério…

Instituições Financeiras Oficiais Federais — papel e atuação

Instituições Financeiras Oficiais Federais — papel e atuação As Instituições Financeiras Federais são regidas pela Lei nº 6.404/76, e pela Lei nº 4.595/1964. Sujeitam-se, portanto, ao regime das empresas privadas. Ao mesmo tempo, estão obrigadas a cumprirem sua função social e a se submeterem à fiscalização do Estado e da sociedade. As instituições são: Banco do Brasil S.A. (BB): Saiba mais!! Foi a primeira instituição financeira a ser criada no Brasil, Sociedade de economia mista (significa que o banco tem…

ESTRUTURA DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL: ÓRGÃOS NORMATIVOS, SUPERVISORES E OPERADORES – Parte 4

Bancos de Desenvolvimento: Os bancos de desenvolvimento são instituições financeiras controladas pelos governos estaduais, e têm como objetivo precípuo proporcionar o suprimento oportuno e adequado dos recursos necessários ao financiamento, a médio e a longo prazos, de programas e projetos que visem a promover o desenvolvimento econômico e social do respectivo Estado. As operações passivas são depósitos a prazo, empréstimos externos, emissão ou endosso de cédulas hipotecárias, emissão de cédulas pignoratícias de debêntures e de Títulos de Desenvolvimento Econômico. As…

ESTRUTURA DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL: ÓRGÃOS NORMATIVOS, SUPERVISORES E OPERADORES – Parte 3

Operadores: Instituições financeiras captadoras de depósito à vista Bancos Múltiplos com carteira comercial : Os bancos múltiplos são instituições financeiras privadas ou públicas que realizam as operações ativas, passivas e acessórias das diversas instituições financeiras, por intermédio das seguintes carteiras: comercial, de investimento e/ou de desenvolvimento, de crédito imobiliário, de arrendamento mercantil e de crédito, financiamento e investimento. Essas operações estão sujeitas às mesmas normas legais e regulamentares aplicáveis às instituições singulares correspondentes às suas carteiras. A carteira de desenvolvimento somente poderá…

Sistema de Pagamento Brasileiro – Parte 4

3º A lei  nº 10.214  de 27 de março de 2001 Dispõe sobre a atuação das câmaras e dos prestadores de serviços de compensação e de liquidação, no âmbito do sistema de pagamentos brasileiro, e dá outras providências.   Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI No 10.214, DE 27 DE MARÇO DE 2001.   Conversão da MPv nº 2.115-16, de 2001 Dispõe sobre a atuação das câmaras e dos prestadores de serviços de compensação e de…

Sistema de Pagamento Brasileiro – Parte 3

2º Um artigo de Newton Freitas que fala sobre a história do SPB HISTÓRIA DO SISTEMA DE PAGAMENTOS BRASILEIRO Os bancos têm três funções principais: 1) a função do depósito; 2) a função do sistema de pagamentos; 3) a função de crédito. A função de sistema de pagamentos é exercida pelos bancos na medida em que realizam a liquidação financeira das transações na economia. No século XVII, nasceu a primeira câmara de compensação na França, cidade de Lião. Em 1921,…

Sistema de Pagamento Brasileiro – Parte 2

SELIC – O Selic é um sistema informatizado que se destina à custódia de títulos escriturais de emissão do Tesouro Nacional, bem como ao registro e à liquidação de operações com os referidos títulos. – Liquidadas Brutos em Tempo Real – LBTR (Online) – Participantes do Selic: Bancos, caixas econômicas, SCTVM, SDTVM, BACEN; fundos; entidades abertas e fechadas de previdência complementar, sociedades seguradoras, resseguradores locais, operadoras de planos de assistência à saúde e sociedades de capitalização outras entidades, a critério…

Sistema de Pagamento Brasileiro

Esta postagem foi desenvolvida da seguinte forma: 1º Matéria retirada do blog de Leidson Rangel Graduado Em Administração pela UFS, graduando em Direito pela UNIT, pós-graduado em Gerenciamento de Projetos pela FANESE, pós-graduando em Gestão Estratégica de Instituições de Ensino Superior pela UNIT, foi funcionário concursado do Banese, Caixa Econômica Federal e Petrobras, atualmente é Gerente Financeiro da SET (mantenedora da UNIT-Universidade Tiradentes e FITS-Faculdade Integrada Tiradentes. Esta matéria está muito boa. 2º Um artigo de Newton Freitas que fala…

Cheque: Circulação, endosso, cruzamento e compensação

Esta postagem complementa a postagem: Cheque requisitos essenciais. No final dela coloquei um programa de tv chamado Prova Final que foi dividido em 6 partes e aborda bem o assunto de cheques para que você complemente seus estudos.  Cheque: Circulação: Um cheque emitido para terceiros envolve, pelo menos, três pessoas físicas ou jurídicas com direitos e obrigações diferentes: A primeira é o emitente, aquele que é o titular da conta bancária. Sua obrigação ao emitir o cheque é possuir saldo…

Abertura e movimentação de contas: documentos básicos

Esta postagem foi desenvolvida da seguinte forma: 1º Texto retirado de uma apostila de conhecimentos bancários ( Apostila sem o nome do autor ) 2º Uma videoaula desenvolvida por Meritus online Com o tema: Abertura e movimentação de contas: documentos básicos. Espero que aproveitem bem e bons estudos! Aproveito para pedir que leiam meu livro A Fortaleza do Centro e fazer um comentário e caso goste divulgar para seus amigos, se possível no Facebook ou twitter. ABERTURA E MOVIMENTAÇÃO DE CONTAS: DOCUMENTOS BÁSICOS…

Noções de Política Monetária

Esta postagem foi desenvolvida da seguinte forma: 1º Matéria retirada do site Wikipédia 2º Duas videoaulas sobre Política monetária. Caso você queira acrescentar algo faça um comentário. Não esqueça de dar uma olhadinha no meu livro de aventura A Fortaleza do Centro. Coloquei o e-book no Amazon e dá para você ler os 3 primeiros capítulos. A Fortaleza do Centro. Espero que aproveitem bem e bons estudos! Política monetária Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Política monetária é a atuação de autoridades monetárias…

Sistema de amortização misto (SAM)

Sistema de amortização misto (SAM) Introdução à amortização Amortização é um processo de extinção de uma dívida através de pagamentos periódicos, que são realizados em função de um planejamento, de modo que cada prestação corresponde à soma do reembolso do Capital ou do pagamento dos juros do saldo devedor, podendo ser o reembolso de ambos, sendo que Juros são sempre calculados sobre o saldo devedor! Os principais sistemas de amortização são: Sistema de Pagamento único:Um único pagamento no final. Sistema…

Ética aplicada: noções de ética empresarial e profissional

Esta postagem tem um texto bem interessante desenvolvido por José Roberto Marques – JRM Coaching e no final dela tem três vídeos com entrevista com Professor Walter Santos para o Canal VG. O termo ética vem do grego ethos, que diz respeito àquilo que faz parte do caráter humano e direciona o seu comportamento. O seu significado varia conforme muda o contexto social, cultural e econômico. No mundo corporativo, ela está presente como definição de ética profissional e empresarial.  A primeira…

A gestão da ética nas empresas públicas e privadas

A gestão pública só toma ações se estiver previsto em lei e a gestão privada pode tomar todas as ações que achar necessárias para a empresa. As empresas que querem ter um programa de ética tem que ter comprometimento, clareza e transparência e todos devem participar, principalmente a alta direção para que seja um sucesso. Mas porque as empresas criam um programa de ética: – Sobrevivência; – Aumentar os lucros; – Credibilidade; – Manutenção ( ou melhoria ) de uma boa…

Probabilidade básica

PROBABILIDADE INTRODUÇÃO Em um jogo, dois dados são lançados simultaneamente, somando-se, em seguida, os pontos obtidos na face superior de cada um deles. Ganha quem acertar a soma desses pontos. Antes de apostar, vamos analisar todos os possíveis resultados que podem ocorrer em cada soma. Indicando os números da face superior dos dados pelo par ordenado (a, b), onde a é o número do primeiro dado e b o número do segundo, temos as seguintes situações possíveis: a + b =…

Raciocínio Lógico: Lógica de argumentação

Raciocínio Lógico: Lógica de argumentação A lógica é utilizada como uma etapa do pensamento humano há vários séculos e ajuda a compreender e trabalhar o raciocínio. A lógica pode ser dividida de duas formas: a lógica formal e a lógica material. A argumentação é a forma como utilizamos o raciocínio para convencer alguém de alguma coisa. Para argumentar faz-se uso de vários tipos de raciocínio que devem ser baseados em normas sólidas e em argumentos aceitáveis. A lógica formal preocupa-se com…

Raciocínio lógico: conectivos lógicos

Raciocínio lógico: conectivos lógicos Operação  Conectivo Estrutura Lógica Exemplos Negação ¬ Não p A bicicleta não é azul Conjunção ^ P e q Thiago é médico eJoão é Engenheiro Disjunção Inclusiva v P ou q Thiago é médico ouJoão é Engenheiro Disjunção Exclusiva v Ou p ou q Ou Thiago é Médico ouJoão é Engenheiro Condicional → Se p então q Se Thiago é Médicoentão João é Engenheiro Bicondicional ↔ P se e somente se q Thiago é médico se e somente se João é Médico Conjunção: Vimos pela tabela acima…

Porcentagem

É frequente o uso de expressões que refletem acréscimos ou reduções em preços, números ou quantidades, sempre tomando por base 100 unidades. Alguns exemplos: A gasolina teve um aumento de 15% Significa que em cada R$100 houve um acréscimo de R$15,00 O cliente recebeu um desconto de 10% em todas as mercadorias. Significa que em cada R$100 foi dado um desconto de R$10,00 Dos jogadores que jogam no Grêmio, 90% são craques. Significa que em cada 100 jogadores que jogam…

Planos ou Sistemas de Amortização de Empréstimos e Financiamentos – Parte 2

  Sistema de Amortização Crescente – SACRE Este sistema de amortização é utilizado SOMENTE pela Caixa Econômica Federal. A diferença básica entre este sistema e os outros é o de apresentar o valor da parcela de amortização superior, proporcionando um redução mais rápida do saldo devedor. Também neste plano a prestação inicial pode comprometer até 30% da renda, enquanto nos outros o comprometimento máximo é 25%. O valor das prestações é decrescente Comparativo SAC SACRE TABELA PRICE – TP Prestações = Amortização + Juros…

Planos ou Sistemas de Amortização de Empréstimos e Financiamentos

Planos ou sistemas de amortização de empréstimos e financiamentos Esta postagem foi desenvolvida da seguinte forma: Postagem retirada do site matemática didática postada por Alexandre Corrêa, Contador Público no Município de Porto Alegre.  Coloquei também uma Postagem retirada do site Financenter que faz uma comparação entre os Sistemas de Amortização. Duas vídeos aulas sobre o sistema Francês ( Price) e o constante ( SAC ) da disciplina Matemática Financeira ministrada pela professora Maria Lívia Coutinho. Curso de Licenciatura em Matemática a distância…

Juros Compostos

No final da postagem tem uma videoaula. E você, qual o concurso você vai fazer? Deixe um comentário para mim, pois posso fazer postagens direcionadas para ele e te ajudar mais. Aproveita também para inscrever seu e-mail para receber conteúdos todos os dias. Dica: Para você que não esta encontrando o conteúdo que precisa ou prefere estudar por apostilas dá uma olhada no site Apostilas Opção, lá eles tem praticamente todas as apostilas atualizadas de todos os concursos abertos. Caso…

Juros Simples

No final da postagem coloquei uma videoaula. Não esqueça de dar uma olhadinha no meu livro de aventura A Fortaleza do Centro. Coloquei o ebook no Amazon e dá para você ler os 3 primeiros capítulos. A Fortaleza do Centro Bons estudos!   Juros Simples: Podemos definir juros como o rendimento de uma aplicação financeira, valor referente ao atraso no pagamento de uma prestação ou a quantia paga pelo empréstimo de um capital. Atualmente, o sistema financeiro utiliza o regime de…

Juros Simples, Juros Compostos, Montante e Desconto – Parte 4

Desconto Simples Comercial (por fora): O cálculo deste desconto é análogo ao cálculo dos juros simples, substituindo-se o Capital P na fórmula de juros simples pelo Valor Nominal N do título. Desconto por fora Juros simples D = N i n j = P i n N = Valor Nominal P = Principal i = taxa de desconto i = taxa de juros n = no. de períodos n = no. de períodos O valor atual no desconto por fora, é…